SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER
Nacionais
Estado assume dívida de 10 milhões de Vítor Baía
Dívidas de 10 milhões de duas empresas do ex-guarda-redes ao BPN
  • Partilhe
31/12/2012 20H00
Vítor Baía virou empresário depois de se retirar do futebol
Foto: Pedro Catarino

O Estado assumiu, através da empresa pública Parvalorem, a dívida de quase 10 milhões de euros de duas empresas de Vítor Baía ao BPN. A dívida resulta da concessão de créditos pelo banco, quando era liderado por José Oliveira e Costa, às sociedades Sunderel - Gestão Imobiliária, e Cleal - Investimentos Imobiliários, que foi gerida por António Manuel Esteves, o ex-sócio a quem Vítor Baía acusou de burla.

As dívidas da Sunderel e da Cleal ao BPN foram transferidas para a Parvalorem, sociedade criada para acolher os activos tóxicos do BPN no âmbito da privatização do banco, que foi nacionalizado no início de Novembro de 2008. Como a Parvalorem comprou esses créditos ao BPN, cabe agora a essa empresa pública recuperar o dinheiro.

Para já, segundo apurou o CM, a dívida da Sunderel rondará, incluindo juros de mora, quatro milhões de euros. Já a dívida da Cleal, incluindo também juros de mora, ascenderá a cerca de seis milhões de euros. Os empréstimos do BPN a estas empresas tiveram como objectivo financiar projectos ligados ao sector imobiliário.

Mesmo com a dívida total da Sunderel e da Cleal a rondar os 10 milhões de euros, "os créditos das empresas de Vítor Baía não são os piores, porque têm garantias reais", garante fonte conhecedora do processo. E tanto assim é que, segundo assegura a mesma fonte, "as garantias reais dão quase para pagar as dívidas [da Sunderel e da Cleal]".

A transferência da dívida destas firmas para a Parvalorem não é um caso único: desde o final de 2011, essa sociedade pública já comprou ao BIC créditos malparados no valor total de quase 4,2 mil milhões de euros.

O CM tentou falar, por telemóvel, com Vítor Baía, mas sem sucesso. Foram enviados SMS com o assunto em causa, mas o ex-guarda-redes não respondeu. Vítor Baía realizou, nos últimos anos, investimentos imobiliários: um deles foi o Hotel Évora Machede, no Alentejo.

Fotogaleria de Vítor Baía
Ler mais tarde
A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
Partilhe
9
Comente
0
BLOGS, CRÓNICAS & CONSULTÓRIOS
  • A ressurreição do grande amor
    Foi na Páscoa, antes de um compromisso profissional no Vaticano, que a atriz e cantora conheceu o guia turístico ...
    Septuagenária experimentada
    O mais perto que estive de Rita Lee foi num espetáculo no Rio de Janeiro, num pequeno teatro algures no final ...
  • Elvis, o rei
    As suas canções, a presença, a sua voz, permanecem eternas.
    Exclusiva nos vídeos caseiros
    Fim do contrato com a TVI permitiu a Paula Lobo Antunes descobrir as maravilhas de viver no trapézio e sem rede.
  • Saudade dos Da Weasel
    Admito, faço parte dessa enorme geração que sentiu o desaparecimento dos Da Weasel.
    Tentador
    Os Arcade Fire estão desejosos de fazer um disco grandioso.
horoscopo
EM DESTAQUE
ESCORPIÃO
23 OUTUBRO - 22 NOVEMBRO
OUTROS SIGNOS
a ferver
Copyright 2014 - Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. - Grupo Cofina. Consulte as condições legais de utilização.