SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER
Nacionais
Pinto da Costa obrigado a mudar de vida
Presidente do FC Porto foi forçado a alterar os seus hábitos
  • Partilhe
17/11/2012 11H45
Foto: Estela Silva

De um dia para o outro, as rotinas de Jorge Nuno Pinto da Costa, de 74 anos, mudaram. Habituado a um estilo de vida mais desregrado e a situações limite de stress, o presidente do FC Porto foi obrigado a abrandar e, principalmente, a alterar os seus hábitos. Quando foi operado, no passado mês de Setembro, para fazer um ‘bypass', as notícias sobre o seu estado de saúde foram resguardadas. A intenção era não causar alarmismo e, acima de tudo, proteger Fernanda Miranda, 25 anos - com quem tinha acabado de se casar -, uma vez que esta tinha perdido há pouco tempo o pai, vítima de um ataque cardíaco fulminante. Por isso, o presidente do FC Porto preferiu manter a discrição e minimizar a intervenção cirúrgica.

Na realidade, o coração de Pinto da Costa inspirava mais cuidados do que aqueles que eram conhecidos, sobretudo numa operação que, segundo a SAD portista, já estava agendada há algum tempo. Prova disso foram os 12 dias em que esteve internado. "A operação apanhou muita gente de surpresa, mas o tempo que o Jorge Nuno esteve hospitalizado foi um indício de que não era tão simples como queriam fazer crer", começa por dizer à Vidas fonte próxima do líder portista.

Hoje, dois meses após a intervenção, o presidente portista viu-se obrigado a mudar de hábitos e rotinas. Está impedido de viajar de avião, dado poder aumentar a frequência cardíaca - por essa razão, não acompanhou a comitiva portista no jogo contra o Dínamo de Kiev, na Ucrânia -, e tem de evitar ao máximo situações de grande stress.

TRABALHO

"É muito complicado para ele não viajar com a sua equipa. O Jorge Nuno faz questão de estar sempre presente nos jogos do FC Porto e acompanhar à distância não é fácil para ele", revela outra fonte próxima do líder azul-e-branco. "Por essa razão, os médicos deram-lhe três semanas de convalescença após a cirurgia. Nesse período, a Fernanda [Miranda] teve um papel preponderante. Ela não o deixa pisar o risco e foi fundamental na sua recuperação", conta a mesma fonte, frisando que a recuperação obrigou Jorge Nuno Pinto da Costa a deixar o trabalho para segundo plano, algo a que não estava habituado. "Ele teve de abrandar e deixar de fazer uma série de coisas. Imagine-se o que é proibir o Jorge Nuno de fazer isto ou aquilo? Seria impensável no passado, mas ele tomou consciência de que tinha mesmo de se tratar."

VIDA SAUDÁVEL

Um homem novo. É assim que os amigos mais próximos do líder do FC Porto agora o definem. "Ele adoptou uma alimentação mais saudável, pratica exercício físico moderado e tenta não se enervar com coisas mínimas. Parece um outro homem. Apesar de ser completamente dedicado ao trabalho e ao FC Porto, ele tomou consciência de que tinha mesmo de mudar antes que fosse tarde demais", conta a mesma fonte à Vidas. E isso ficou provado na gala dos Dragões de Ouro. Com a sua habitual boa disposição, Jorge Nuno Pinto da Costa fez questão de dizer no seu discurso que tinha "o coração recauchutado".

No entanto, o líder portista terá de manter consultas médicas regulares. Um mês após a intervenção cirúrgica, o presidente dos dragões teve uma primeira consulta de avaliação. Segue-se uma segunda no próximo mês de Dezembro. "Ele está muito ansioso por essa consulta. Será mais ou menos por essa altura que Jorge Nuno fica a saber se poderá festejar o Natal e a passagem de ano fora do País, como é habitual", afirma um amigo, que acrescenta: "Ele queria levar a Fernanda ao Brasil. O Jorge Nuno sabe o quanto ela gosta de voltar ao seu país e rever os familiares. Por isso, ele queria proporcionar-lhe essa felicidade e agradecer-lhe também a forma como ela o tem tratado nos últimos tempos."

Para Pinto da Costa, a intervenção cirúrgica a que foi submetido acabou por se transformar numa prova de amor de Fernanda Miranda. "Ele nunca teve dúvidas do amor que ela sente, mas agora ficou ainda com mais certezas. A Fernanda foi de uma dedicação extrema, e o Jorge Nuno ficou muito sensibilizado. No fundo, esta operação acabou por os unir ainda mais", garante a mesma fonte.

FERNANDA UNE FAMÍLIA DE PINTO DA COSTA

Contra tudo e contra todos, Fernanda Miranda foi conquistando a família de Jorge Nuno Pinto da Costa. E foi também graças à brasileira que o presidente do FC Porto se reconciliou com o filho, Alexandre. Desavindos há vários anos, pai e filho conseguiram deixar as quezílias do passado e hoje mostram-se muito unidos.

"O Jorge Nuno deve isso à Fernanda. Ela trouxe-lhe um bem-estar e uma harmonia que há muito ele não conhecia", conta um amigo, acrescentando: "A Joana [filha de Pinto da Costa] teve mais dificuldade de aceitar a relação - muito por causa da mãe -, mas até isso a Fernanda conseguiu."

IGREJA RENOVADA

Em Touros, no Brasil, Jorge Nuno Pinto da Costa mandou renovar a igreja. Tudo para agradar à mulher, que ali mandou rezar uma missa em homenagem ao seu pai adoptivo, Josafá da Silva.

CORAÇÃO TRAI PAI ADOPTIVO

Josafá da Silva criou Fernanda Miranda como se fosse sua filha. A mulher de Pinto da Costa ficou inconsolável quando este morreu com um ataque cardíaco, pouco tempo antes do casamento.

APAIXONADOS NO ALGARVE

No ano passado, Jorge Nuno Pinto da Costa levou Fernanda Miranda a passar uns dias de descanso num resort de luxo no Algarve. O casal mostrou-se sempre muito apaixonado.

FÉRIAS EM FAMÍLIA

Apesar de Fernanda Miranda não ter a custódia do filho - é comum com o pai, Luís Miguel -, João, de cinco anos, viaja com a mãe e com o padrasto, com quem mantém uma relação muito saudável.

COM O FILHO NO ESTÁDIO

Já é habitual ver o pequeno João no Estádio do Dragão. O filho de Fernanda Miranda é adepto do FC Porto, e Pinto da Costa já o colocou a jogar na escola de futebol do clube.

RELAÇÃO CORDIAL

Quando Pinto da Costa se apaixonou por Fernanda, Joana mostrou-se contra a relação. Porém, rendeu-se ao facto de ver o pai feliz e hoje aceita Fernanda, com quem tem uma relação cordial.

FILOMENA DEIXA PORTUGAL

Indignada por Pinto da Costa assumir publicamente a sua relação com Fernanda quando ainda estava casado, Filomena Morais deixou Portugal e hoje vive em Moçambique. Só foi ao Porto para o casamento da filha.

AUSENTE DO CASAMENTO DA ENTEADA

Apesar de Fernanda Miranda ter ajudado Joana Pinto da Costa nos preparativos para o seu casamento, a verdade é que a brasileira acabou por ser a grande ausente da festa. A mulher do líder portista não foi convidada por causa de Filomena Morais, a ex-mulher de Pinto da Costa e mãe de Joana. De forma a evitar constrangimentos, a noiva optou por afastar a companheira do pai naquele que foi o dia mais feliz da sua vida.

No dia do casamento - a 7 de Julho deste ano -, encontrava-se fora do País. A brasileira viajou até Madrid, Espanha, para fazer algumas compras especiais: curiosamente o seu próprio vestido de noiva.

Multimédia
Ler mais tarde
A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
Partilhe
0
Comente
0
BLOGS, CRÓNICAS & CONSULTÓRIOS
  • A ressurreição do grande amor
    Foi na Páscoa, antes de um compromisso profissional no Vaticano, que a atriz e cantora conheceu o guia turístico ...
    Septuagenária experimentada
    O mais perto que estive de Rita Lee foi num espetáculo no Rio de Janeiro, num pequeno teatro algures no final ...
  • Elvis, o rei
    As suas canções, a presença, a sua voz, permanecem eternas.
    Exclusiva nos vídeos caseiros
    Fim do contrato com a TVI permitiu a Paula Lobo Antunes descobrir as maravilhas de viver no trapézio e sem rede.
  • Saudade dos Da Weasel
    Admito, faço parte dessa enorme geração que sentiu o desaparecimento dos Da Weasel.
    Tentador
    Os Arcade Fire estão desejosos de fazer um disco grandioso.
horoscopo
EM DESTAQUE
ESCORPIÃO
23 OUTUBRO - 22 NOVEMBRO
OUTROS SIGNOS
a ferver
Copyright 2014 - Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. - Grupo Cofina. Consulte as condições legais de utilização.