Crónicas
Sociedade Recreativa
Rebeldes
por Fernando Sobral
O seu som nunca deixou de ser um rock puro e muito atractivo.
  • Partilhe
SÁBADO 03 FEVEREIRO - 00H
O tempo, no rock, passa depressa. Quase sem repararmos, os Black Rebel Motorcycle Club estão entre nós há quase duas décadas, transformando-os num grupo clássico.

Sempre fiéis a uma estética muito concreta, levaram para a Califórnia os sons que germinavam noutras latitudes. O seu som nunca deixou de ser um rock puro muito atractivo, com contornos muito tradicionais. Algo que foram refinando ao longo dos anos, logrando conjugar o som eléctrico muito típico das bandas britânicas da década de 1990 com o psicadelismo e os blues. Depois de cinco anos de silêncio discográfico, os Black Rebel Motorcycle Club regressam agora com ‘Wrong Creatures’. É uma pequena surpresa, porque o grupo parece tentar regressar às raízes musicais dos seus primeiros tempos, ao mesmo tempo que busca encontrar baladas perfeitas repletas de electricidade.

Talvez a razão de tudo isso seja a presença do produtor Nick Launey, que já trabalhou com Nick Cave, Arcade Fire ou The Church. Há momentos, como na bela balada ‘Haunt’, em que o grupo nos faz recordar alguns dos bons momentos de Nick Cave. Mas também existem outros temas, como ‘Spook’ ou ‘King of Bones’, em que o grupo evolui nas margens do rock mais sujo e musculado, o som mais tradicional. Sendo um disco ambicioso, talvez acaba por ser vítima desse sonho épico.

Conhecendo-se o som poderoso dos Black Rebel Motorcycle Club custa encontrar aqui alguns exercícios dispensáveis que acabam por cansar em vez de estimular. Mas, ainda assim, é um disco estimulante para os seus maiores fãs.
Ler mais tarde
A notícia foi guardada na sua lista de notícias favoritas. Faça a gestão dessa área na sua conta.
Partilhe
0
Comente
0
mais crónicas de
Sociedade Recreativa
horóscopo
EM DESTAQUE
LEÃO
24 JULHO - 23 AGOSTO
OUTROS SIGNOS
a ferver
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina