Cristina ainda mantém alguns privilégios

A infanta aterrou no aeroporto de Barajas para um encontro familiar e teve tratamento real.
A carregar o vídeo ...
Já começou o julgamento do Caso Nóos.
06 fev 2016 • 10:08
Isabel Vieira
Tal como o título de duquesa de Palma, muitos outros privilégios concedidos à família real ficaram vedados a Cristina de Borbón, a filha mais nova de Juan Carlos. Mas não todos, uma vez que "a irmã de Felipe VI continua a ter tratamento privilegiado à chegada aos aeroportos espanhóis", revela a 'Vanitatis'.

Pelo menos no de Barajas, onde foi vista na quarta-feira, a chegar de Barcelona num vôo regular. Em vez de sair pelo mesmo local dos restantes passageiros, tinha à sua espera um automóvel na saída habitualmente reservada à família real. Do aeroporto, seguiu para o Palácio da Zarzuela, onde passou a noite. 

Esta visita a Madrid "estava prevista desde 11 de janeiro para um encontro com o rei Filipe VI, seu irmão. Mas, tal não aconteceu e a infanta tinha apenas o chefe de estado à sua espera", como refere a 'Vanitatis'. 

Recorde-se que as relações entre a Infanta Cristina e a família real azedaram com o processo relacionado com o caso Nóos, no qual a irmã de Felipe VI se viu envolvida e cujo julgamento está a decorrer. Cristina manchou a imagem da instituição monárquica em Espanha, pelo que o monarca não viu outra solução senão retirar o título de duques de Palma a Cristina e seu marido, Iñaki Urdangarín.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo