"A Gabriela aproveita a minha juventude e eu a sabedoria dela", diz Inês Herédia

Atriz revela como ela e a mulher mantêm o romance.
Inês Herédia e Gabriela Sobral
Inês Herédia e Gabriela Sobral
16 mar 2020 • 01:30
Hugo Alves
A homossexualidade de Inês Herédia só foi tornada pública quando a atriz, que brevemente vamos ver na novela da TVI ‘Quer o Destino’, casou com Gabriela Sobral, em 2018. "Para o público, a minha saída do armário é aí que se dá. Mas isso já tinha sido construído desde que sei que gosto de mulheres", conta-nos a atriz, que tem uma diferença de idade da companheira de 24 anos.

Algo que não a aborrece e que só lhe traz coisas boas. "A Gabriela (54 anos) aproveita a minha juventude e eu a sabedoria dela. Se isso não acontecesse era impossível ter uma relação. Há entre nós um respeito, e a Gabi nisso é incrível. Ela sabe, como já cá anda há mais tempo, e viveu mais, que há caminhos que me vão fazer sofrer, que vou cair, como é óbvio, mas deixa-me ser eu a vivê-los. E isso é a maior prova de amor que me dá", diz embevecida. "Há ainda outra benesse", diz a atriz de 30 anos. "Ela apazigua a minha ansiedade. E foi nisto tudo que cresceram os pilares da nossa relação."

Como contou aos pais

Inês Herédia demorou muito a admitir a sua sexualidade. "Sou católica, cresci num ambiente beto, muito conservador... mas o maior preconceito estava na minha cabeça", diz, relembrando o momento que viveu na altura. "No início, foi complicado porque vivi aquilo tudo para dentro", revela.
Mas o que ela esperava ser um bicho de sete cabeças não foi. "Não sabia que ia ter uns pais superabertos a tudo", revela.
Apesar de continuar a dizer que tem um pai superconservador, a atriz diz que foi ele quem a deixou mais à-vontade com ela mesma. "Ele virou-se para mim e disse: ‘Sei o que é um problema: cancro, a morte... e isso não é um problema’. E o meu pai a dizer isto, o senhor Bíblia, deu-me uma lição", diz, garantindo que a mãe só teve pena que ela não lhe contasse mais cedo "porque só me queria ajudar".

Contudo, o período difícil já lá vai. Hoje está finalmente "muito feliz" e só cansada por causa dos dois filhos, Luís e Tomás , os gémeos que teve com a companheira, que completaram um ano em dezembro.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo