A história do casamento milionário de Isabel dos Santos e Sindika Dokolo

Empresária manteve união de 18 anos com o colecionador de arte, um dos homens mais ricos do Congo. Sindika morreu enquanto fazia mergulho no Dubai.
Isabel dos Santos e Sindika Dokolo junto ao Taj Mahal
Isabel dos Santos e Sindika Dokolo
Isabel dos Santos, Sindika Dokolo
Isabel dos Santos e Sindika Dokolo junto ao Taj Mahal
Isabel dos Santos e Sindika Dokolo
Isabel dos Santos, Sindika Dokolo
30 out 2020 • 14:23
Isabel Dos Santos recebeu ontem as piores das notícias. O marido, Sindika Dokolo, de 48 anos, morreu enquanto praticava mergulho no Dubai. Outras fontes angolanas indicaram que a causa da morte foi uma embolia.

Uma histótia dde amor que durava há cerca de 18 anos e que leva a empresária a viver um dos momentos mais dolorosos da sua vida.

A filha de José Eduardo dos Santos conheceu o congolês Sindika Dokolo em 1999 e o casal acabou por oficializar a relação em dezembro de 2002 com duas cerimónias. Uma primeira civil, realizada nos jardins do Palácio Presidencial de Angola, e uma religiosa, no dia seguinte, na Sé Catedral de Luanda. 

Este casamento foi considerado o casamento do ano, em que a família, conhecida pelos seus luxos e ostentação, não olhou a gastos para o evento. 

Só em talheres e outros materiais básicos de decoração, gastou cerca de 900 mil euros. A ementa do casamento deu preferência a produtos angolanos. Lagosta do Kwanza Sul, gambas e caranguejo do Namibe, Garoupa pescada na costa de Luanda, Bavaroise de Abacaxi e Mousse de Maracujá do Uíge são apenas alguns exemplos que surpreenderam os milhares de convidados da boda. 

A imprensa inernacional revelou que a cerimónia de luxo contou com 10 mil convidados, entre eles a alta elite internacional.

O casal tinha quatro filhos em comum e vivia uma relação apaixonada. Nas redes sociais, a empresária deixou uma última mensagem ao seu compnheiro de vida: "Meu amor". 
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo