A viver uma forte depressão, Beauté assume mudança de vida: "Não consegui comportar esse luxo"

O cabeleireiro vive fase dramática após o divórcio de Luís Borges e a perda do seu estabelecimento na Avenida da Liberdade.
Eduardo Beauté
Eduardo Beauté
10 abr 2019 • 13:53
Foi, em tempos, um dos cabeleireiros mais famosos do País e tinha uma verdadeira carteira de clientes VIP. Hoje, e após o divórcio polémico de Luís Borges, está afastado das luzes da ribalta. 

Aos 52 anos, o cabeleireiro vive uma fase dramática, ao atravessar uma forte depressão, em que conta com a ajuda um psiquiatra. Beauté assume mesmo que toma forte medicação para manter a sua estabilidade mental. 

A separação do marido, o modelo Luís Borges, foi o início do drama vivido por Beauté. "No fim do casamento senti-me a desmoronar, foi o fim de um sonho e de uma família feliz", contou o cabeleireiro numa conversa com Manuel Luís Goucha. 

Um divórcio que trouxe muita mágoa a Eduardo, que levou a que se isolasse e deixasse de aparecer nos eventos sociais e muitos dos alegados amigos afastaram-se e deixaram-no entregue à sua tristeza.

O sofrimento e a revolta são visíveis e Eduardo Beauté faz agora acusações graves de dívidas dos seus ex-clientes: "Sentia-me desprezado. Não era com aquela gente que eu queria viver. Tenho famosos que me devem milhares de euros". 

Além de ter vivido o drama e a tristeza do divórcio, Beauté também ficou sem o seu celebre cabeleireiro na Avenida da Liberdade, em Lisboa, devido aos preços exorbitantes praticados naquela que é uma das zonas mais caras da capital. 

Eduardo admite "não conseguir comportar esse luxo" e que se tem adaptado a uma nova realidade depois de ter feito uma parceria com uma amiga num salão de cabeleireiros.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo