Actores revoltados por falta de pagamentos

Agência acusada de dever dinheiro a locutores
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
importa
21 set 2012 • 08:30

Vítor Espadinha, Luís Mascarenhas, Jorge Corrula, Dânia Neto, Pedro Górgia e Alexandre Ferreira são apenas alguns dos actores que integram o grupo ‘Locutores a quem a Addvoices deve dinheiro’ no Facebook, e que já conta com mais de 140 elementos. O objectivo é unir forças contra a agência de vozes e obrigá-la a saldar pagamentos em atraso.

"Já me devem perto de três mil euros. Era normal haver um atraso de dois ou três meses, mas pagavam! Agora já lá vai mais de um ano", revela ao CM Vítor Espadinha. "Há muitos como eu nesta situação e o pior é que não conseguimos falar com ninguém responsável pela empresa", afirma.

"A única coisa que me disseram da contabilidade foi ‘não temos nada a ver com isto’. E já lá vão vários meses. Devem-me 615 euros", diz ao CM Luís Mascarenhas. Devido a esta situação, Alexandre Ferreira criou no Facebook um grupo que junta artistas que se sentem lesados. "Devem-me mais de dois mil euros. Criei o grupo para não pensarmos que estamos sozinhos, porque não estamos, e para todos juntos podermos fazer alguma coisa", revela.

Já Jorge Corrula diz que haverá uma reunião na próxima semana, em que os artistas decidirão quais as medidas a tomar. "Até lá é prematuro falar", considera.

Criada em 2007, a Addvoices pertence à Finagence, que detém agências como a Just Models e L’Agence. Contactado pelo CM, Nuno Beijoca, administrador do grupo, não se mostrou disponível para falar sobre o assunto.

importa
importa
importa
importa
importa
importa
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo