Ágata desabafa sobre guerra com Laura Diogo das 'Doce': "Chamou-me porca"

A cantora confessou que esteve perto de agredir a ex-colega.
Ágata
Laura Diogo, na altura das 'Doce'
Ágata
Laura Diogo, na altura das 'Doce'
07 fev 2020 • 16:35
Foi em 1984 que Ágata entrou para o grupo da banda de sucesso da altura, 'Doce', que era constituída por Teresa Miguel, Helena Coelho, Fátima Padinha e Laura Diogo.

A contratação da cantora não agradou a colega Laura Diogo, com quem acabou por viver uma relação tensa. Ágata decidiu agora desabafar sobre o assunto, depois de ter ameaçado contar toda a verdade.

Ágata recorda um dos episódios conturbados que viveram. "Estávamos a trocar de roupa no camarim e eu dobrei o ponche, que era uma coisa que nós usávamos para dançar uma cantiga e coloquei o meu pé em cima porque estava frio, para poder calçar as minhas meias. E ela chamou-me porca e eu não gostei! Chamou-me porca e eu respondi-lhe mal, claro, e estava sujeita a levar com o necessaire em cima da cabeça se continuasse a abrir a boca. Insultou-me e eu não gostei", contou Ágata em declarações à revista 'TV7Dias'. 

"Eu estava a preparar-me para a minha carreira a solo e até evitei. Disse que não era o momento certo para mim. Mas como elas disseram que tinham muitos espetáculos e não encontravam ninguém que as substituísse tão bem como eu, aceitei", esclareceu a artista, sobre a entrada na banda, que acabou por perceber que não foi bem aceite por Laura. 

A artista revela que, no início, se sentiu bem recebida por todos os elementos, mas os conflitos começaram. "A Laura era uma pessoa que tinha dias, umas vezes estava bem, outras mal. Eu acho que ela era assim para toda a gente mas, para mim, às vezes tinha atitudes parvas. Era alguém que não tinha problemas em desancar as pessoas. Ela realmente estava ali para destabilizar", desabafou, explicando que Laura se "sentia muito grande" e tinha manias de "vedeta".

"A mim ela nunca conseguiu inferiorizar porque sempre fui uma pessoa com muita personalidade e não admitia que me pisassem de maneira alguma", garantiu Ágata. 

Apesar do mau clima que enfrentou com Laura Diogo, Ágata não se arrepende da experiência nas 'Doce': "Foi uma experiência bonita e eu sempre adorei o grupo, as músicas do grupo. Tenho muitas saudades dos nossos espetáculos. Realmente tivemos momentos muito bonitos. Eu adorei e não tenho queixas de mais ninguém, a não ser dessa víbora". 
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo