Ana Bola e Wanda Stuart envolvem-se em discussão acesa: “Não me compares com a Maria Vieira"

A cantora foi criticada por estar numa manifestação de negacionistas.
Ana Bola
Wanda Stuart
Wanda Stuart e Adelaide Ferreira
Ana Bola
Wanda Stuart
Wanda Stuart e Adelaide Ferreira
22 mar 2021 • 14:25

A noite de domingo foi marcada por uma discussão, nas redes sociais, entre Ana Bola e Wanda Stuart. Em causa esteve o facto da cantora ter participado numa manifestação contra o uso de máscaras. Tudo começou quando Miguel Somsen publicou na sua página de Facebook uma imagem de Wanda Stuart e Adelaide Ferreira apelidando-as de "Babys Suicidas".

Ana Bola acabou por publicar a mesma fotografia na sua rede social e comentou que "a Wanda não tem máscara, é uma plástica…", referindo-se à viseira usada pela artista. A cantora não gostou do comentário, o que desencadeou uma longa troca de ideias.

"Tenho muita pena de pessoas que se limitam a odiar quem luta pelo direito a trabalhar. Quem tem o seu ordenado garantido ao fim do mês, pode ficar em casa sem trabalhar. Quem não o tem, só lhe resta lutar pelo seu direito ao trabalho para poder pagar as suas contas e poder ter uma vida digna… (...) Esta pandemia trouxe mesmo ao de cima o pior do ser humano que, de humano, tem pouco. Sejam felizes a arrasar os outros. Recuso-me a entrar no vosso jogo! E não, nunca fiz plástica à cara. Já outras bem precisam... Afinal, não é só a Maria Vieira que fala mal dos colegas", defendeu-se.

A humorista sentiu necessidade de se justificar e ainda pediu à colega para não ser comparada com a ex-amiga. "Era uma piada, Wanda. Sou humorista, lembras-te? E não é nada pessoal. Sabes que gosto de ti, mas não gosto de ter ver nessa manifestação, se queres a verdade. Ninguém foi lutar por salários nessa manifestação. Um beijo para ti. E se não for pedir muito, não me compares com a Maria Vieira – tenho um metro e setenta! (...)".

A cantora continuou a mostrar o seu desagrado pelos comentários feitos por Ana Bola. "Se gostas de fazer humor, falando mal e menosprezando os colegas, não posso achar-te melhor do que uma antiga amiga tua que tem esse hábito (que eu condeno, aliás)… Falta união na nossa classe e disso não me podem acusar! Fica bem e diverte-te! (...) Fazer humor, para mim, não é arrasar com os colegas. (...)", atacou.

Dulce Pontes também deu a sua opinião mostrando que não gostou de ver a colega na manisfestação. "Wanda, triste é estar numa manifestação sem máscara, não respeitando o distanciamento necessário e gozar com a cara de todos os profissionais de saúde que lutam para salvar pessoas, muitas negacionistas. Pode lutar pelo seu direito ao trabalho sem ser irresponsável. Se ficou ofendida, ofendidos devem estar todo o pessoal hospitalar ao ver esta merda".

Wanda Stuart confessou que não gostou de ser criticada publicamente. " O que mais me incomodou foi teres-me exposto da maneira que o fizeste junto dos teus seguidores. Se gostasses de mim, como dizes, até podias ter-me mandado uma mensagem privada. Agora, o que fizeste não foi bonito. Seria incapaz de fazer isso contigo ou com qualquer outro colega, mesmo que não gostasse dele. Mas pronto, está feito e graças a isso estou a ser alvo dos mais cruéis comentários… Acho que não merecia isso da tua parte. De pessoas que não compreendem o que é ser artista em Portugal até poderia aceitar, mas dói mais quando são colegas que admiramos a passarem-nos uma rasteira desta maneira. (...) Foi com as melhores intenções que participei na manifestação. Vê lá tu que acreditei que estava a lutar pelos artistas portugueses", garantiu.

A humorista optou por colocar um ponto final na discussão com a colega. "Ok, Wanda. Não vamos discutir. Não tenho uma dúvida que a tua intenção ao estar nessa manifestação não tenha sido a melhor. Não duvido mesmo. Tu ficaste mesmo chateada foi com a plástica. É espantoso. E sente-te à vontade para fazer todas as piadas que quiseres sobre mim, sendo que não és humorista, mas pode ser que venhas a ser. (...)  Não te zangues comigo, rapariga. Isto não passa de converseta de Facebook. Um beijinho".


Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo