Andreia Rodrigues revela que sofreu terceiro aborto antes de engravidar de Inês

Apresentadora faz desabafo em direto.
Andreia Rodrigues
Andreia Rodrigues
Andreia Rodrigues
Andreia Rodrigues e a filha Inês
Andreia Rodrigues
Andreia Rodrigues
Andreia Rodrigues
Andreia Rodrigues e a filha Inês
02 jun 2021 • 14:48
Andreia Rodrigues foi convidada de Júlia Pinheiro, no 'Júlia', na SIC, esta terça-feira, onde abriu o seu coração e revelou que tinha sofrido um terceiro aborto antes de engravidar da pequena Inês.

"Sim, tive mais uma perda gestacional. Para mim, honestamente, foi diferente. Soube que estava grávida acho que por acaso. Havia coisas que já não estavam bem, e eu achava que aquilo era um bocadinho estranho, ou seja, aquilo também não era o normal", começou por contar.

A gestação acabou por não evoluir e a apresentadora sofreu um aborto espontâneo. "Demorei algum tempo a engravidar da primeira vez. Mesmo quando tive a perda, ainda demorei algum tempo. Portanto, não estava à espera que fosse super rápido. E quando tomámos a decisão, um mês depois veio o tal teste positivo que, na realidade, depois não avançou. Percebi que alguma coisa não estava bem e pensei que devia comprar um teste. Fiz o teste e deu positivo. E foi um misto [de emoções] porque fiquei muito feliz, mas ao mesmo tempo sabia que alguma coisa não estava bem", recordou.

"Eu já estava com algumas perdas e falei com o meu obstetra, expliquei o que se estava a passar e disse que estava mentalizada para que essa gravidez não avançasse. Disse que tinha que me preparar e que se aquilo fosse o melhor, era o que tinha de ser e ia aceitar isso. Estive em repouso absoluto até que depois percebi que, ao contrário dos outros abortos, este foi um aborto espontâneo. [A natureza] resolveu", contou a Júlia Pinheiro.


Sobre o terceiro aborto que sofreu, Andreia Rodrigues não esconde que embora já estivesse a sentir que a gravidez não ia evoluir, foi difícil despedir-se do bebé. "Na altura fiquei triste, chorei, porque mesmo que uma pessoa ache que a coisa não vai correr bem, há ali uma esperança que nos faz sonhar e visualizar o futuro. E depois é importante despedir-nos desse futuro que sonhámos. E eu fiz essa despedida", afirmou.

Quando descobriu que estava grávida novamente, desta vez da sua filha Inês, que nasceu em março, Andreia Rodrigues revela que essa fase "muito fechada".

"Protegi-me o mais que pude porque era a forma que tinha de proteger a Inês, mas eu costumo dizer que acho que foi a Inês que nos veio proteger. Gosto de acreditar que as coisas não acontecem por acaso. O facto de ter a Inês dentro de mim fez com que protegesse muito mais a minha mãe, a minha filha, o meu marido, as pessoas todas que estavam à nossa volta, a mim... Se ela não estivesse nas nossas vidas, provavelmente, nós, se calhar, tínhamos facilitado", contou a Júlia Pinheiro. 

Recorde-se que antes de engravidar da sua filha Alice, de três anos, Andreia Rodrigues sofreu dois abortos





Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo