Andreia Rodrigues sem o pai no altar

No dia em que casou com Daniel Oliveira, apresentadora conta que o progenitor se afastou de si após recusar dar-lhe dinheiro.
Andreia Rodrigues e Daniel Oliveira celebraram a paixão e o amor que os une
Andreia Rodrigues e Daniel Oliveira celebraram a paixão e o amor que os une
Foto: Mariline Alves
25 jun 2017 • 01:30
Vânia Nunes
Foi de braço dado com o avô que Andreia Rodrigues, de 33 anos, subiu ontem ao altar para oficializar a relação com Daniel Oliveira, de 36. O pai, Sérgio Condesso, há muito que se afastou da apresentadora e, por isso, não marcou presença na cerimónia.

"Hoje em dia não tenho uma relação com o meu pai. Não é que tivesse escolhido não ter essa relação. O meu pai seguiu um caminho que o afastou da família, de mim, que me roubou alguma ingenuidade, inocência. (...) Há muito tempo que o meu pai não me liga, porque não quer, porque um dia lhe disse que não lhe dava aquilo que ele queria. Porque, no meu entender, ajudar não é dar dinheiro, é outra coisa", começou por revelar Andreia Rodrigues, numa entrevista concedida ao agora marido e que foi transmitida horas antes de começar a festa, que decorreu no Palácio de Seteais, em Sintra. "Imaginei ter o meu pai ao meu lado o resto da minha vida, sr ele a levar-me ao altar, vê-lo brincar com os meus filhos".

Andreia admite que tem receio de um novo contacto com Sérgio, conhecido por ‘Sinistro’. "Há dias em que me apetece ligar-lhe, mas tenho medo de me voltar a magoar, de voltar a ser apenas um acessório para alguma coisa, de só fazer falta enquanto der o que é preciso, porque no dia em que deixar de dar, deixo de fazer falta".
Mais sobre
Newsletter
topo