Ângelo Rodrigues: guerra com a família acaba após doença

A mãe e irmã do ator de 32 anos têm passado os dias a apoiá-lo no hospital, provando que já esqueceram o mau-estar do passado.
Ângelo Rodrigues
Ângelo Rodrigues
Foto: Direitos Reservados
07 out 2019 • 11:02
Vânia Nunes
Desde o primeiro momento em que ficou internado no Hospital Garcia de Orta, em Almada, na sequência de uma infeção generalizada causada por uma injeção de testosterona, Ângelo Rodrigues tem contado com o apoio incondicional da mãe, Teresa Araújo, e da irmã, Mariana Rodrigues.

Uma atitude que prova que a família esqueceu as guerras do passado.

O ator de 32 anos deixou claro o mal estar com os progenitores em 2012.

Na altura, Ângelo Rodrigues tinha acabado de lançar o seu álbum, intitulado ‘Angel-O’ e, nas entrevistas que concedeu, disse que a sua vida tinha sido marcada por "problemas familiares" e que não contou com o apoio financeiro dos pais quando se mudou para Lisboa. Além disso, no discurso de agradecimento desse projeto, as palavras dirigidas aos familiares não foram positivas. "Mãe e Pai – Por não quererem saber, mas por terem deixado acontecer. Mariana – Por sempre teres ‘bebido’ de mim e nunca teres admitido. Renato e Sérgio – Gostava de me orgulhar de vocês".

Perante as palavras amargas do filho, Teresa Araújo reagiu, na altura, em entrevista à revista ‘TV7 Dias’, mostrando-se igualmente desiludida: "Estou muito triste com a atitude do meu filho. Mandei-lhe uma mensagem a dizer tudo o que sentia e nem recebi resposta. Falei com ele ao telefone no Dia da Mãe, penso que estava a regressar da Tailândia, e fiz-lhe a conversa sobre as entrevistas. Ele disse que não tinha dito bem aquilo, mas também não me explicou mais nada. Quanto aos agradecimentos no álbum, acho que ele os fez para cortar de vez connosco".

E se as palavras de Teresa foram reveladoras, a entrevista que Mariana deu à mesma publicação foram ainda mais. "Ele chegava ao ponto de, nas fichas de inscrição, não escrever que a mãe era cozinheira, só dizia auxiliar de ação educativa. Aliás, a minha mãe pintou o cabelo a primeira vez porque o Ângelo tinha vergonha de ela ter o cabelo branco".

A jovem disse ainda que pouco ou nada falavam com o ator. "Já estive seis meses sem falar com ele e, para a minha mãe, um telefonema por mês é uma sorte. (...) Como quer ele apoio da família se nunca diz o que está a fazer? A minha mãe sabe da vida dele pelas revistas".


Entretanto, com Ângelo Rodrigues a correr risco de vida, a família fez questão de deixar o Porto e viajar para Almada para acompanhar de perto a evolução do seu estado de saúde.

Mariana chegou até a deixar-lhe uma mensagem emotiva nas redes sociais. "Ensinaste-me a não ter medo de caminhos desconhecidos e, hoje, de novo juntos, a aventura é mais séria mas tu estás preparado para tudo, ditando assim a história da irmã que vê o irmão mais velho como um herói".

O ator está internado há mais de uma mês e já foi submetido a várias cirurgias, as últimas delas para reconstrução de parte da perna esquerda.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo