Após 24 anos da morte de Diana, a princesa do povo continua a ser recordada como um ícone

Diana de Gales não sobreviveu a um trágico acidente de viação.
Diana de Gales e Carlos com os dois filhos, William e Harry
Carro em que seguia a princesa despistou-se em Paris
Estátua em homenagem à princesa do povo foi inaugurada do Palácio de Kenseington, no dia em que esta celebraria o 60º aniversário
Os filhos William e Harry e o Príncipe Carlos nas cerimónias fúnebres que emocionaram milhões de pessoas
Princesa Diana
Diana de Gales e Carlos com os dois filhos, William e Harry
Carro em que seguia a princesa despistou-se em Paris
Estátua em homenagem à princesa do povo foi inaugurada do Palácio de Kenseington, no dia em que esta celebraria o 60º aniversário
Os filhos William e Harry e o Príncipe Carlos nas cerimónias fúnebres que emocionaram milhões de pessoas
Princesa Diana
01 set 2021 • 01:30
Carolina Cunha
O Mundo parou a 31 de agosto de 1997. A morte de Diana Spencer, a eterna ‘princesa do povo’, levantou uma onde de choque, ainda hoje, 24 anos depois, recordada.

Lady Di perdeu a vida na sequência de um aparatoso acidente de viação em Paris, França. Tudo aconteceu durante a madrugada, quando o carro em que Diana seguia, na altura com 36 anos, foi perseguido por paparazzi, o que culminou num despiste do Mercedes no túnel da Pont d’Alma. No mesmo veículo seguia Dodi Al-Fayed.

Figura da realeza britânica muito acarinhada, tornou-se num ícone de generosidade e a sua memória mantém-se viva entre o povo inglês. É que, apesar dos escândalos e do casamento falhado com o príncipe Carlos, Diana foi uma mulher de causas, solidária, que deixou marcas. Por isso, a sua morte foi tão chorada. Os filhos William e Harry, à época de férias com a avó, a Rainha Isabel II, fazem questão de, ano após ano, a recordar. Assumem que o luto foi um processo difícil e lembram “a melhor mãe do mundo”.

William e Harry inauguram estátua em memória da mãe
Este ano, em sua homenagem, os filhos William e Harry juntaram-se para inaugurar uma estátua da eterna ‘princesa do povo’ nos jardins do Palácio de Kensington, na cidade de Londres. Um momento especial que aconteceu no dia em que Diana completaria 60 anos, a 1 de julho. A estátua mostra a princesa acompanhada por duas crianças e espelha o seu principal desejo: a união dos filhos. Mas a verdade é que o reencontro entre os irmãos aconteceu envolto num ambiente de tensão. William e Harry estão desavindos desde a mudança de Harry, com Meghan Markle, para os Estados Unidos.
Mais sobre
Newsletter
topo