As 10 mais poderosas de Portugal

Filhas de Belmiro e Amorim na lista.
Paula Amorim
Paula Amorim
Foto: Direitos Reservados
31 out 2018 • 01:30
Patrícia Correia Branco
Todos os anos, a ‘Forbes’ faz a lista dos mais ricos e influentes. Esta quarta-feira, a publicação divulga o ranking das 20 portuguesas mais poderosas do mundo dos negócios, mas ontem já ficaram a ser conhecidas as dez primeiras.

No primeiro lugar, surge Maria Ramos, economista luso-sul-africana, de 59 anos, que lidera o ABSA Bank, o maior banco africano; logo a seguir, Paula Amorim, de 47 anos, presidente da Amorim Investimentos e Participações e filha do empresário de grande sucesso Américo Amorim, que morreu em julho do ano passado.

O terceiro lugar é ocupado por Cláudia Azevedo, de 48 anos, herdeira de Belmiro de Azevedo e presidente-executiva do grupo Sonae - cargo que ocupou recentemente e no qual substituiu o irmão, Paulo Azevedo.

Isabel Mota é a senhora que se segue na lista da revista ‘Forbes’. Aos 67 anos, a presidente da Fundação Calouste Gulbenkian ocupa o quarto lugar do ranking, imediatamente seguida por Isabel Vaz, de 52, presidente do comité executivo do grupo Luz Saúde.

Ana Meneres de Mendonça, de 49 anos, presidente da Promendo (holding que detém posições na Altri, Cofina e F. Ramada), ocupa o sexto lugar.

A sétima posição é ocupada por Inês Caldeira, 39 anos, diretora-geral da L’Oréal Thailand, e a oitava por Manuela Medeiros, 66 anos, fundadora da Parfois.

Em penúltimo lugar surge Isabel Furtado, 57 anos, presidente-executiva da TMG Automotive, e, por último, Patrícia Bensaude, de 80, presidente do grupo Bensaude.
Mais sobre
Newsletter
topo