Bárbara Bandeira emociona-se em visita à escola primária

A cantora revelou que agora se sente uma "sortuda" e com a "cabeça erguida".
Bárbara Bandeira
Bárbara Bandeira
Foto: Instagram
06 nov 2019 • 12:55
Bárbara Bandeira decidiu visitar a primeira escola que frenquentou. A cantora de 18 anos mostrou-se feliz por ser tão bem recebida pelas crianças.

"Dos melhores sentimentos que já tive. Regressar à minha primeira escola 9 anos depois e ser recebida desta forma, fez-me sentir a pessoa mais sortuda do mundo. Saio de cabeça erguida e com a certeza de que o exemplo que dei a estes miúdos foi acreditarem nos seus sonhos. Obrigada", escreveu a filha de Rui Bandeira nas redes sociais, numa publicação onde juntou vídeos do momento especial. As crianças mostraram-se eufóricas pela sua presença, gritaram pelo seu nome e até correram para acompanhar o carro onde a cantora foi embora do espaço. ALém disso, ofereceram-lhe várias cartas onde se pode ler mensagens ternurentas como: "Bárbara, adoro-te do fundo do meu coração".

Recorde-se que Bárbara Bandeira foi vítima de bullying no ambiente escolar, e já falou sobre o assunto várias vezes publicamente, sem esconder o quanto foi difícil passar por essa fase. Agora, não esconde a emoção por ser tão acarinhada pelos mais novos.

Apesar de ter partilhado as imagens nas redes sociais para expôr a felicidade que sentiu, alguns seguidores não pouparam a jovem a críticas. "É proibido filmar as crianças sem autorização dos pais, podes meter-te em sarilhos.", escreveu um seguidor.

Bárbara fez questão de responder mostrando tranquilidade face a essa situação: "Por isso mesmo é que gravei de fora das grades, para as caras não estarem perceptíveis."


Além desse aviso, Bárbara Bandeira recebeu, mais uma vez, centenas de mensagens de carinho e orgulho por parte dos admiradores. "Obrigada por seres como és", "Que orgulho em ti", "Os sonhos concretizam-se e tu és a prova disso", são algumas das palavras deixadas. Os seguidores aproveitaram ainda para pedir a Bárbara Bandeira que visitasse algumas escolas para também conseguirem estar com ela.

Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo