‘Big Brother’ de Teresa Guilherme em queda

Apresentadora assume-se frágil e mostra-se preocupada com nova derrota na guerra de audiências.
Teresa Guilherme
Teresa Guilherme
Cristina Ferreira
Teresa Guilherme
Teresa Guilherme
Cristina Ferreira
13 out 2020 • 01:30
Rute Lourenço

O regresso de Teresa Guilherme aos ecrãs, pela mão de Cristina Ferreira, não está a correr como o previsto e o novo ‘Big Brother’, da TVI, não convence, perdendo, pela segunda semana consecutiva, na batalha de audiências. No último domingo, o reality show voltou a ser derrubado pelo formato de Ricardo Araújo Pereira, na SIC, e até, em alguns períodos pelo ‘The Voice’, da RTP 1. Apesar da recuperação na segunda metade do programa, o CM sabe que os resultados obtidos estão a preocupar os responsáveis pela estação, com as críticas dos fãs a invadirem as redes sociais.

Desde o casting, visto como fraco, à prestação de Teresa Guilherme – considerada por muitos uma repetição daquilo que já se viu no passado – as vozes que se insurgem contra o reality são muitas, com novas estratégias a serem pensadas para recuperar nas audiências.

Admite fragilidades
Teresa Guilherme, o rosto do formato, não esconde que o tema audiências a preocupa e, em conversa com Cristina Ferreira, no programa da estrela, revelou a angústia que sente antes de cada nova gala. “Sou muito dramática, choro muito. Antes da última gala, estava muito.... estava chorosa. Só dizia: ‘isto vai correr muito mal’. Chorei o dia inteiro”, diz, assumindo as fragilidades e a preocupação com a guerra de audiências.

Já a nova diretora de ficção e entretenimento, Cristina Ferreira, carrega o peso da escolha de Teresa, que veio substituir Cláudio Ramos na condução de ‘Big Brother’.

Ricardo Araújo Pereira reforça liderança
Pela segunda semana consecutiva, Ricardo Araújo Pereira, com ‘Isto é Gozar com Quem Trabalha’, ganhou a batalha de audiências e foi, no horário, o programa mais visto, sendo acompanhado por uma média de 1,4 milhões de pessoas. Já o ‘Big Brother’ foi visto por 1,07 milhões de espectadores.

Diretores em choque
Cristina tem mostrado, desde o início, não estar em sintonia com Nuno Santos, diretor-geral da TVI. A apresentadora escolheu Teresa Guilherme quando Santos preferia a continuidade de Cláudio Ramos para o ‘BB’.

Dupla alvo de críticas
O novo programa lançado por Cristina Ferreira na TVI, ‘Viva Vida’, não se livra das críticas. Os fãs dizem que o formato só recebe "os amigos de Cristina" e criticam ainda a dupla, composta por Ruben Rua e a youtuber Helena Coelho. No entanto, no último sábado o formato liderou as audiências, assim como a própria TVI, que conseguiu vencer a SIC pela margem mínima, registando 15,8% de share.

Pipoca provoca guerra de egos
A somar às fracas audiências está a falta de empatia entre Teresa Guilherme e a Pipoca Mais Doce, naquilo que os fãs do reality show chamam uma "guerra de egos". O choque entre as duas é cada vez mais visível e frequente durante as galas, com a blogger a não poupar críticas à apresentadora e a Cristina Ferreira pelo casting dos concorrentes do reality. "Oh, Teresa, não me leve a mal, mas - e vejo reality shows há 20 anos - há muito tempo que não via um painel de concorrentes tão aborrecido e tão entediante como este. Não se passa rigorosamente nada nesta casa", disse, assumindo o "desânimo com o reality show e o casting realizado".
Esta não é a primeira vez que Ana Garcia Martins critica as escolhas feitas para o formato.

Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo