Britânicos arrasam homenagem com nome da filha de Harry e Meghan Markle

Especialistas em realeza britânica afirmam que a “rainha não está feliz” com a escolha de Lilibet para nome da bisneta.
Meghan e Harry foram pais de uma menina, Lilibet Diana
Meghan não poupou críticas à família real britânica na entrevista a Oprah
Meghan e Harry foram pais de uma menina, Lilibet Diana
Meghan não poupou críticas à família real britânica na entrevista a Oprah
08 jun 2021 • 01:30
Rute Lourenço
Meghan Markle e Harry anunciaram, no domingo, o nascimento da filha, a quem chamaram Lilibet Diana, numa homenagem dupla à rainha Isabel II e à princesa do povo. No entanto, aquilo que por muitos é visto como uma tentativa de restabelecer a paz no seio da realeza britânica não é, no entanto, um gesto que esteja a reunir consenso.

Esta segunda-feira, a especialista em realeza britânica Angela Levin considerou que a escolha do nome Lilibet – pelo qual o marido tratava carinhosamente a rainha – é "ofensivo" para Isabel II, depois de o casal ter passado os últimos meses "a lavar roupa suja sobre a família", nomeadamente acusações de racismo e negligência para com a saúde mental de Meghan. "Acho que é rude. Depois de tudo o que aconteceu, não acredito que a rainha esteja feliz com esta decisão", disse Angela, acrescentando que o nome Lilibet era usado pelo marido, Filipe de Edimburgo, e que era "muito pessoal". "Por exemplo, o príncipe Carlos nunca sonhou em tratar a mãe dessa maneira. Nunca usou esse nome."

Também o polémico apresentador Piers Morgan, uma das vozes mais críticas contra a postura dos duques de Sussex, não deixou de repudiar a escolha do nome, acusando o casal de hipocrisia. "É irónico, depois de terem passado semanas a arrastar na lama o nome da família", afirmou.

Indiferente à polémica, o casal mostra-se numa "bolha de amor" com a recém-nascida, que se junta a Archie, de dois anos, que está "encantado com a chegada da irmã". Meghan e Harry já fizeram saber vão passar os próximos meses dedicados à bebé, a gozar a licença de paternidade e afastados da vida pública.

"Parabéns, queridos primos"
Ao longo do último domingo, Harry e Meghan receberam mensagens públicas de vários membros da realeza, entre as quais da princesa Eugenie, que também foi mãe recentemente. "Parabéns, queridos primos... não podíamos estar mais felizes por vocês", escreveu a filha do príncipe André, mostrando-se encantada com a chegada de Lilibet.

Documentário faz novas revelações
Num novo documentário sobre a rainha mãe, Elizabeth, exibido no último sábado pelo Channel 5, o especialista em realeza Tom Quinn explicou que a mãe da rainha Isabel II sempre foi contra o divórcio do príncipe Carlos e Diana, e que acreditava que a princesa do povo "devia ter fechado os olhos à relação extraconjugal com Camilla". Casal separou-se em 1996.

Duques enviam presente para a sobrinha Lili
Apesar de estar, há mais de um ano, afastado do irmão, William não deixou de assinalar o nascimento da sobrinha. Na conta conjunta que tem com a mulher, Kate Middleton, no Instagram, deixou uma mensagem ternurenta para o irmão e para a cunhada, felicitando-os pelo nascimento da filha. "Estamos todos maravilhados com a feliz notícia da chegada da bebé Lili. Parabéns, Harry, Meghan e Archie." Após receber a notícia, na última sexta-feira, dia do nascimento, o casal apressou-se a enviar um presente para a bebé.

Quer honrar o legado da mãe
O príncipe Harry quer honrar o legado da mãe, a princesa Diana, que morreu em 1997, na sequência de um trágico acidente. Esta homenagem é uma das muitas que o duque de Sussex tenciona fazer em vida a Lady Di, com quem admite ter vários pontos em comum, uma vez que a mãe também se sentia incompreendida no seio da família real.

Recentemente, Harry pronunciou-se mesmo publicamente sobre a princesa Diana, depois de ter ficado provado que esta foi coagida a dar a polémica entrevista à BBC, em que disse a célebre frase que o casamento com Carlos não resultou porque eram três na relação, referindo-se ao affair do marido com Camilla Parker-Bowles. "A nossa mãe perdeu a sua vida por causa disto, e nada mudou. Ao proteger o seu legado, protegemos todos, e defendemos a dignidade com que viveu a sua vida", afirmou Harry.

No dia 1 de julho, Harry e William vão inaugurar, no Palácio de Kensington, uma estátua em homenagem à mãe.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo