'Casados' de Diana Chaves está a afastar o público da SIC

A segunda edição de ‘Casados à primeira vista’ está a desapontar o público. Em média, o formato perdeu cerca de 30 mil espectadores em comparação com o fenómeno da primeira temporada.
Diana Chaves
Diana Chaves
22 nov 2019 • 16:43
André Filipe Oliveira
Anova temporada de ‘Casados à Primeira Vista’, da SIC, tem encontrado várias dificuldades para manter a liderança nas audiências.

O formato apresentado por Diana Chaves continua a reunir a preferência do público aos serões de domingo, mas, ainda assim, os números são mais baixos em comparação com a edição anterior, emitida há cerca de um ano.

A primeira temporada do programa conquistou em média 1 149 460 espectadores. A segunda, que já vai a meio, tem menos seguidores, cerca de 1 109 mil. No total, verifica-se uma perda de 30 mil espectadores. Embora tenha menos audiência, ‘Casados à Primeira Vista’ continua a liderar de forma destacada.

A TVI emite ‘Masterchef Portugal’, mas o formato tem feito números insuficientes e nem faz tremer a concorrência. Chega a perder para a sétima edição de ‘The Voice Portugal’, em exibição na RTP1.

Durante a semana, a diferença é ainda maior. Os diários dos ‘Casados’ emitidos durante cerca de 30 minutos não têm captado a atenção suficiente do público. Muitas vezes, chegam a perder para o principal concorrente – ‘O Preço Certo’. As explicações para o ‘afastamento’ do público podem ser várias. O certo é que os casais protagonistas da edição em curso também têm mostrado pouca destreza para aguentar a "experiência social" do terceiro canal. As noivas estão cada vez exigentes e os pares mais impacientes.

O regresso mais temido
O mês de dezembro traz novidades ao pequeno ecrã. A terceira temporada de ‘Pesadelo na Cozinha’ tem estreia agendada para o primeiro dia do mês e promete surpreender os espectadores. Esta é a grande aposta de Felipa Garnel, atual diretora de programas da TVI, para os serões de domingo. Ljubomir Stanisic, que revelou falta de vontade em gravar uma nova edição do formato, é visto como o ‘salvador’.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo