Casal Beckham deixa contribuintes ingleses em fúria

David e Victoria fizeram um investimento milionário mas pedem ajuda ao estado para salvar empresa.
02 mai 2020 • 15:21
Sónia Dias
Victoria Beckham está debaixo de fogo.

A mulher do ex-futebolista David Beckham demitiu perto de 30 funcionários da sua empresa de moda ao abrigo do plano de resgate lançado pelo governo britânico no âmbito da pandemia de Covid-19, segundo o qual o Estado assegura o pagamento de 80% do salário dos trabalhadores dispensados.

O facto de recorrer ao dinheiro dos contribuintes para pagar ordenados quando tem uma fortuna avaliada em cerca de 380 milhões de euros não agradou aos cidadãos britânicos, que não têm poupado críticas ao clã Beckham, sobretudo agora que se soube que este comprou recentemente mais uma casa de luxo, desta vez em Miami, nos Estados Unidos, no valor de 48 milhões de euros.

Há já quem peça para que seja feita uma auditoria às contas de Victoria, de forma a evitar este abuso.

Edifício futurista
David e Victoria vivem em Londres, mas o facto do ex-jogador ser o maior acionista do clube Inter Miami levou-os a decidir comprar uma nova casa nesta cidade.

O apartamento fica num arranha-céus de arquitetura futurista desenhado em 2013 por Zaha Hadid. Com 215 metros de altura, o The One Thousand Museum, localizado na zona nobre de Miami, oferece "um estilo de vida próprio de um hotel de sete estrelas", com heliporto para os residentes, que se dividem por 60 andares e 83 residências, com preços que podem chegar aos 50 milhões de euros em função dos vários luxos. O complexo tem ainda duas piscinas, bar, ginásio e segurança 24 horas.

O duplex dos Beckham possui cinco quartos e uma decoração neutra, com grandes janelas de vidro a valorizar a luz natural da cidade.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo