Charlene do Mónaco vê família depois de três meses separada

Princesa foi operada à infeção, que contraiu em maio, durante quatro horas.
Charlene, Alberto do Mónaco, Montecarlo,
Charlene, Alberto do Mónaco, Montecarlo,
Charlene, Alberto do Mónaco, Montecarlo,
Charlene, Alberto do Mónaco, Montecarlo,
19 ago 2021 • 01:30
Carolina Marques Dias
O ‘terror’ que Charlene do Mónaco viveu nos últimos três meses chegou ao fim. A mulher de Alberto II do Mónaco já foi operada depois de ter contraído uma infeção que lhe afetou os ouvidos, nariz e garganta, durante a sua visita à África do Sul, onde nasceu.

"A princesa Charlene vai ser submetida a uma operação durante quatro horas e com anestesia geral. O príncipe Alberto e os filhos, o príncipe Jacques e a princesa Gabriella, vão juntar-se a ela durante o período de recuperação", podia ler-se no comunicado emitido pelo palácio real.

Este será o reencontro entre Charlene do Mónaco, o marido e os filhos, que já não se veem desde maio. Após a intervenção cirúrgica, Alberto II emitiu um comunicado a tranquilizar os fãs.

"A intervenção correu bem e a princesa está a descansar, e pensamos nela com todo o carinho", afirmou.
 
Após ter contraído a infeção, Charlene pensou regressar ao Mónaco, mas foi aconselhada pelos médicos a não fazê-lo devido aos riscos que a viagem podia ter na sua saúde.
Mais sobre
Newsletter
topo