Concorrente do Big Brother revela ter sido despedida por Ljubomir

Débora Neves diz que chef jugoslavo é “marado” e faz revelações sobre insolvência do restaurante em Cascais.
Débora Neves
Débora Neves
Foto: Direitos Reservados
29 set 2021 • 01:30
Carolina Marques Dias
Débora Neves, concorrente da atual edição do ‘Big Brother’ (TVI) não poupou críticas a Ljubomir Stanisic, tendo-o apelidado de "marado". Antes de ser técnica psicossocial e supervisora, a participante do reality show da estação de Queluz de Baixo trabalhou com o chef , no período anterior a este declarar insolvência.

"Eu trabalhei com ele quando ainda tinha o 100 Maneiras em Cascais. Ele é marado, o gajo é marado", começou por contar aos colegas da casa da Malveira. "Ele fechou o 100 Maneiras em Cascais, deu insolvência técnica e fomos todos para o olho da rua. Depois abriu o 100 Maneiras em menos de seis meses em Lisboa", disse. "Na altura fazia também umas cenas maradas na vida dele, hoje em dia se calhar também faz. Mas é grande chef", afirmou Débora Neves, sem querer entrar em detalhes sobre a que "cenas maradas" se referia.

O estabelecimento 100 Maneiras, que Ljubomir Stanisic detinha em Cascais, fechou portas em 2008, após o chef jugoslavo ter contraído uma dívida de mais de meio milhão de euros devido aos investimentos que fez no estabelecimento. "Demorei um pouco de tempo a pagar a dívida toda aos fornecedores. (...) Paguei até ao último tostão, não quis ficar a dever nada a ninguém", recordou, em 2020.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo