"Continuo a ser o que sempre fui", afirma José Carlos Malato

Apresentador usou redes sociais para esclarecer os fãs sobre a sua condição de não-binário.
José Carlos Malato
José Carlos Malato
Foto: Pedro Pina
22 set 2022 • 01:30
José Carlos Malato voltou às redes sociais para falar da sua condição não-binária, respondendo a quem o acusa de "não dominar essa linguagem". "Dizem que não sou rigoroso. Não sou mesmo. Apesar das novas nomenclaturas, continuo a ser, afinal, o que sempre fui", escreveu o apresentador da RTP1 no Instagram.

"E sim, não passo de um tosco. Lenhador. Rudimentar, digamos. Não pretendo ser mais do que sou." Em agosto, Malato tinha-se assumido como não-binário (alguém que não se identifica nem com o sexo feminino nem com o sexo masculino), e agora diz que o fez como "demonstração de empatia" e "manifesto contra todas as formas de discriminação e violência".
Mais sobre
Newsletter
topo