Coronavírus interrompe romance de Boris Johnson

Após o primeiro-ministro inglês testar positivo, noiva grávida isolou-se noutra residência.
Boris Johnson e Carrie Symonds
Boris Johnson e Carrie Symonds
05 abr 2020 • 19:25
Criticado, isolado e sozinho. É assim que Boris Johnson vive os seus dias de quarentena no Reino Unido. Depois de ter sido arrasado por diversos académicos pelo facto de ter sugerido uma estratégia de imunidade de grupo para o país e após ter sido diagnosticado com o novo coronavírus, o primeiro-ministro inglês não só teve de se confinar à sua residência como teve de ver partir a sua noiva, Carrie Symonds, grávida de seis meses. De acordo com o ‘The Telegraph’, por questões de segurança, Carrie encontra-se em isolamento na residência privada do casal, "longe do número 10 da Downing Street, com o cão do casal, Dilyn". Também por precaução, alguns dos funcionários de Boris Johnson foram igualmente mandados para casa para evitar contágio. Recorde-se que o governante anunciou há um mês o seu noivado, bem como a chegada do primeiro filho em comum com Symonds.

A história de amor entre Boris e Carrie tem sido especialmente apetecível para os media e para a opinião pública não só porque envolve um governante controverso, mas porque está recheada de polémica, a começar pelo facto de ter sido a primeira vez que um primeiro-ministro levou para o número 10 de Downing Street uma mulher com quem não é casado. Para ajudar à festa, essa formalidade aconteceu numa altura em que o divórcio de Boris e da mulher, Marina Wheeler, com quem esteve casado durante 25 anos e de quem teve quatro filhos, ainda não estava concluído.

O atual primeiro-ministro britânico conheceu Symonds em 2011, quando esta começou a trabalhar na sua campanha de reeleição como presidente da Câmara de Londres. Depois, Symonds passou para o departamento de Comunicação dos conservadores e em 2017 assumiu o cargo de diretora de Comunicação do partido, com 29 anos. Daí até Boris e Carrie assumirem a relação foi mesmo uma questão de (pouco) tempo.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo