Covid-19 ameaça família real espanhola

Rei Felipe VI está em isolamento após contactar com caso positivo. Rainha Letizia e a filha Sofia substituem-no nos atos oficiais.
Rei Felipe VI e rei Juan Carlos
Rei Felipe VI e rei Juan Carlos
Foto: Getty Images
25 nov 2020 • 01:30
Carolina Cunha
Apesar dos cuidados extremos com a segurança, a família real espanhola não escapa ilesa à pandemia de Covid-19 e o rei Felipe VI é o mais recente membro da realeza a estar em isolamento por causa do vírus. A Casa Real espanhola informou que o monarca, de 52 anos, se encontra a cumprir quarentena de dez dias após ter contactado com uma pessoa positiva. A preocupação e pânico instalaram-se entre a família que teme pela saúde do rei, que foi obrigado a suspender a sua agenda.

No Palácio da Zarzuela, Madrid, a família está em alerta e tenta proteger ao máximo a rainha Sofia, devido aos seus 82 anos. Quanto a Juan Carlos, que se mantém exilado no Dubai, tem acompanhado as notícias da família com preocupação.

Esta situação obrigou a várias alterações de última hora. Com o rei ausente, serão a rainha Letizia e a filha Sofia a viajar hoje para Sevilha para a inauguração do Tourism Innovation Summit 2020. Tanto a rainha como as duas filhas do casal real continuam com as suas atividades, e não estão obrigadas a fazer quarentena.

Felipe VI já é o terceiro elemento da família real a ficar em quarentena devido a um contacto com um caso positivo de Covid-19. A primeira foi Letizia, durante a primavera, depois de ter estado numa reunião com a ministra da Igualdade, Irene Montero, que testou positivo pouco depois. No entanto, a rainha acabou por testar negativo à Covid-19.

Caos no colégio da Infanta Leonor
A filha mais velha de Felipe e Letizia foi obrigada a cumprir quarentena, em outubro. Tudo por causa de um dos seus colegas de turma do colégio Santa Maria de los Rosales, em Madrid, ter sido infetado . No entanto, testou negativo ao novo coronavírus.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo