Cristiano Ronaldo continua busca por funcionárias que o ajudaram

Uma das senhoras que lhe dava hambúrgueres já veio a público.
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo, Georgina Rodriguez
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo, Georgina Rodriguez
Cristiano Ronaldo
21 set 2019 • 06:00
Falta encontrar duas das três funcionárias do McDonald’s que costumavam dar hambúrgueres a Cristiano Ronaldo quando este treinava nas camadas jovens do Sporting.

Depois de a Renascença ter descoberto Paula Leça, hoje com 37 anos, que recorda que, quando havia hambúrgueres a mais, a gerente dava autorização para entregá-los ao grupo de jovens que aparecia todas as noites na loja de fast food em Alvalade, do qual fazia parte um tímido Cristiano Ronaldo, foi lançada uma verdadeira busca pelas outras duas responsáveis, entre elas uma senhora chamada Edna.

O craque da Juventus recordou o episódio na entrevista que deu a Piers Morgan, na esperança de que isso o ajudasse a reencontrar as três mulheres, cuja bondade não esquece.

"Queria convidá-las a jantar comigo, em Turim ou em Lisboa. Quero poder devolver aquilo que fizeram por mim. Nunca me esqueci desse momento."
Mais sobre
Newsletter
topo