Cristiano Ronaldo: “Ofereciam-me cinco vezes mais na China”

Ronaldo diz que mudou de clube porque já não se sentia desejado no Real Madrid.
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo brilhou ao lado de Georgina Rodríguez na passadeira vermelha
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo brilhou ao lado de Georgina Rodríguez na passadeira vermelha
30 out 2018 • 01:30
Se fosse uma questão de dinheiro, teria ido para a China, onde me ofereciam cinco vezes mais", começa por contar o craque na entrevista à ‘France Football’, acrescentando que o fator económico não pesou na sua decisão de deixar o Real Madrid.

"Não vim para a Juventus por causa do dinheiro. Ganhava o mesmo no Real Madrid, até mais. A Juventus desejou-me de verdade. Disseram-me isso e demonstraram-me isso", disse.

O craque afirma ainda que com o passar do tempo sentiu uma diferença de tratamento, principalmente por parte do homem-forte do clube, Florentino Pérez.

"Senti que já não me tratavam, sobretudo o presidente do clube, como no princípio. Nos primeiros quatro, cinco anos senti que era o Cristiano Ronaldo. Depois disso, menos. Deixei de ser indispensável e sentia que se chegasse uma proposta, o presidente não me impediria de sair", fez saber à publicação francesa.

Acusado de violação
Kathryn Mayorga apresentou uma queixa por violação contra Cristiano Ronaldo na polícia de Las Vegas.

A norte-americana garante que o craque a forçou a ter sexo anal a 13 de junho de 2009, depois de terem estado juntos numa discoteca. O caso está a ser investigado.
Mais sobre
Newsletter
topo