Cristiano Ronaldo perto de se tornar o primeiro futebolista a ganhar 925 milhões de euros

Português encontra-se atualmente no Funchal com a família.
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo com Alana, Eva e Mateo
Georgina cortou cabelo do craque no Funchal
Georgina cortou cabelo do craque no Funchal
Georgina cortou cabelo do craque no Funchal
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo com Alana, Eva e Mateo
Georgina cortou cabelo do craque no Funchal
Georgina cortou cabelo do craque no Funchal
Georgina cortou cabelo do craque no Funchal
05 abr 2020 • 01:30
Carolina Cunha e Filipe A. Ferreira
Cristiano Ronaldo está muito perto de se tornar o primeiro futebolista a ganhar mil milhões de dólares (925 milhões de euros) durante a carreira de desportista, algo que no mundo do desporto ainda só foi alcançado pelo golfista Tiger Woods e pelo pugilista Floyd Mayweather.
Segundo a revista ‘Forbes’, nem o corte de salário que vai sofrer na Juventus, devido à crise da pandemia, evita que CR7 entre para o lote restrito de bilionários no desporto.

Entretanto e em isolamento na Madeira há várias semanas, Cristiano Ronaldo não dispensa os habituais cuidados com a sua imagem e contou com a ajuda da namorada, Georgina Rodríguez. O craque abdicou dos luxuosos salões de beleza e foi a modelo espanhola a responsável pelo seu corte de cabelo. O momento foi registado nas redes sociais do craque. "Mantenha-se em casa, mas sempre com estilo", escreveu CR7 na legenda do vídeo em que Gio surge com a máquina de barbear no jardim da sua moradia no Funchal, onde atualmente está instalado com a família. Ronaldo ainda brincou com o momento: "Que perigo!", disse entre risos.

Devido ao surto de coronavírus, CR7 também não saiu ileso e vê os seus negócios afetados. A inauguração do seu novo hotel de luxo em Madrid, situado numa das principais artérias da cidade, foi adiada após a paralisação das obras devido à crise originada pela pandemia de Covid-19.

Isolamento na madeira dedicado a toda a família
O Funchal foi o local eleito pelo craque para viver o período de crise com a Covid-19. Longe de Itália, para onde se mudou há cerca de dois anos, o craque tem aproveitado o tempo livre para se dedicar aos quatro filhos. Além disso, CR7 não dispensa os momentos com os irmãos e com a mãe, Dolores Aveiro, que sofreu um AVC há cerca de um mês e ainda carece de cuidados.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo