Cristina Caras Lindas chora último amor

Familiares e amigos prestaram última homenagem ao fotojornalista.
Cristina Caras Lindas inconsolável durante as cerimónias fúnebres
Cristina Caras Lindas inconsolável durante as cerimónias fúnebres
Foto: CMTV
03 set 2017 • 01:30
João Monteiro de Matos
Foi com muitas lágrimas e consternação que familiares e amigos se despediram, na manhã de ontem, do fotojornalista Pedro Palma, de 58 anos, encontrado morto dentro da bagageira do carro Alfa Romeo que guiava, em São Pedro De Sintra, no passado dia 30 de agosto.

As cerimónias fúnebres, presididas pelo amigo e arcebispo primaz Dom António José da Costa Raposo, da Igreja Vetero Católica, decorreram na capela mortuária da igreja de São Miguel de Queijas, em Oeiras, e o corpo seguiu depois para o cemitério mais próximo, em Barcarena.

No funeral esteve a eterna amiga, a apresentadora de televisão Cristina Caras Lindas, de 57 anos, que não quis prestar nenhum tipo de declarações, dada a emoção na despedida ao que considerou ser o seu "último amor".

Quanto aos resultados da autópsia ao corpo de Pedro Palma, tal como o CM já adiantou, revelam uma intoxicação por excesso de ingestão de álcool.

No que toca aos exames toxicológicos, os resultados estão mais demorados, podendo sair nos próximos dias.

De acordo com fonte ligada ao Instituto de Medicina Legal de Lisboa, os médicos estão ainda a tentar perceber que tipo de medicamentos o também cartoonista ingeriu antes da morte.

Sem certezas, a análise ao corpo de Pedro Palma aponta para que a morte tenha ocorrido, no máximo, no fim de semana de 26 de agosto.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo