Despedida amarga de Harry e Meghan

William ignora cumprimento do irmão e confirma mal-estar.
Despedida amarga de Harry e Meghan
Despedida amarga de Harry e Meghan
Foto: Reuters
11 mar 2020 • 01:30
Vânia Nunes
O tão aguardado reencontro entre Meghan Markle e Harry e a restante família real inglesa, que aconteceu na passada segunda-feira e que marcou também o último ato oficial dos duques de Sussex enquanto membros seniores da realeza britânica, deixou evidente o clima de tensão vivido no Palácio.

A propósito das celebração do Dia da Commonwealth, a família reuniu-se na Abadia de Westminster e, enquanto Kate e William se sentaram na primeira fila juntamente com a rainha Isabel II, Carlos e Camilla, Harry e Meghan ficaram na segunda.

De acordo com a perita em linguagem corporal Judi James, citada pelo ‘Daily Mail’, Meghan disse um discreto "olá" aos cunhados, que terão devolvido o cumprimento. De seguida, Harry, terá sorrido para o irmão que, de acordo com a especialista, o ignorou, não deixando grandes dúvidas quanto às divergências que os separam.

Durante toda a cerimónia de despedida, Meghan mostrou-se sorridente, ao contrário do marido, que não disfarçou o nervosismo e desconforto, antes do seu regresso definitivo ao Canadá para uma nova vida.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo