Diogo Carmona faz as pazes com a mãe: "Há coisas que mudam de um dia para o outro"

Jovem foi condenado pelos crimes de violência doméstica contra a progenitora.
Diogo Carmona
Diogo Carmona
Diogo Carmona
Diogo Carmona
16 abr 2021 • 15:50
Diogo Carmona fez as pazes com a mãe e a avó materna com quem teve diversos problemas. O jovem chegou mesmo a ser condenado a pena suspensa pelos crimes de violência doméstica contra as familiares.

No livro 'Contra todas as probabilidades' abordou o tema, mas hoje tem uma perspetiva completamente diferente.

"Há coisas que mudam de um dia para o outro, como por exemplo a questão da minha família. Reaproximei-me da minha família quando estava a escrever o livro e hoje o livro seria diferente", partilhou em conversa com Diana Chaves e João Baião.

O ambiente de guerra parece estar finalmente sanado, com o ator, que está prestes a completar 24 anos, a deixar para trás os problemas que o afastavam da família.

"Acho que tem de haver esse sentimento de compaixão que muitas vezes falta. Mas obviamente que eu falhei. Primeiro vou apontar o dedo a mim, falhei em muitas coisas e hoje voltaria atrás. Mas estou contente com a pessoa que sou, e sou feliz", explicou.

A carregar o vídeo ...
"Está tudo bem com a minha família", afirmou o jovem.


Sobre o futuro, Diogo garante estar focado na sua recuperação emocional e na profissão de ator.

"Cometi vários erros e ainda vou ter de refletir neles, ainda estou a ter consequências dos meus erros. Estou numa fase em que tenho de refletir e perdoar as pessoas que estão à minha volta. Mas sim, está tudo bem com a minha família", garantiu.

Alvo de duras críticas na internet e redes sociais, o eterno Tomás de 'Floribella' apelou à compaixão.

"Tentem não julgar tanto, que é um problema que nós temos, não conseguimos pôr-nos na pele de outra pessoa. Ao escrever o livro senti que todos temos um problema de comunicação. Nós comunicamos através de palavras e às vezes as palavras não são suficientes."
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo