Divórcio com Trump vai render 42 milhões a Melania

Saída da Casa Branca garante um “passaporte para a liberdade” a Melania.
Donald e Melania Trump estão casados há 15 anos
Melania Trump
Melania Trump, looks, primeira-dama, EUA
Melania Trump, looks, primeira-dama, EUA
Donald e Melania Trump estão casados há 15 anos
Melania Trump
Melania Trump, looks, primeira-dama, EUA
Melania Trump, looks, primeira-dama, EUA
18 nov 2020 • 01:30
A saída da Casa Branca garante um “passaporte para a liberdade” a Melania que, segundo várias fontes, há muito que quer divorciar-se de Donald Trump, mas não o pôde fazer durante o mandato do marido para evitar mais escândalos. Agora, estará a contar os minutos para assinar a separação oficial daquele com quem viveu os últimos 15 anos e tem um filho em comum, Barron, de 14 anos.

Uma separação economicamente vantajosa para a antiga modelo, que assinou um acordo nupcial antes do casamento, que foi revisto quando Trump foi eleito presidente. Nessa altura, Melania exigiu que os termos desse documento fossem modificados, passando a receber uma soma bem mais generosa em caso de divórcio. De acordo com vários especialistas, a ex-manequim terá direito a uma quantia de mais de 42 milhões, caso avance para o separação definitiva.

Um valor bem mais elevado do que aquele que o político pagou para se separar das anteriores companheiras. Marla Maples, de quem se divorciou em 1999, recebeu 1,7 milhões de euros, e Ivana Trump [mãe de três filhos de Trump] teve direito a 11, 8 milhões, assim como uma mansão em Connecticut e um apartamento no edifício Trump Plaza, em Nova Iorque.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo