Djaló despede-se em lágrimas da irmã morta nas festas da Moita

“Não caí em mim... era uma filha”, avançou o jogador de futebol.
Djaló despede-se em lágrimas da irmã que morreu nas festas da Moita
Djaló despede-se em lágrimas da irmã que morreu nas festas da Moita
Foto: Rui Minderico
20 set 2018 • 06:00
De semblante carregado e de mão dada com a namorada, Daisy, Yannick Djaló marcou,esta quarta-feira, presença no velório da irmã mais nova, Açucena, atropelada nas Festas da Moita, após uma rixa entre dois gangues.

Sem conter as lágrimas, o jogador partilhou ao CM estar a viver um pesadelo.

"Ainda não caí em mim. O pai da Açu já morreu há muito tempo e eu assumi esse lugar. Ela era como uma filha para mim", diz, acrescentando que não tem "cabeça para nada" desde que, no último fim de semana, recebeu o telefonema da namorada do irmão a contar o sucedido.

Esta quarta-feira, no velório de Açucena, familiares e amigos despediram-se da jovem.
Mais sobre
Newsletter
topo