Dolores e Georgina ignoram-se em jogo

Mãe e namorada de CR7 nem sequer se falaram.
Dolores no Estádio da Juventus com Georgina e Andrade
Dolores Aveiro com os netos em Turim
Dolores Aveiro
Dolores no Estádio da Juventus com Georgina e Andrade
Dolores Aveiro com os netos em Turim
Dolores Aveiro
28 set 2018 • 01:30
Patrícia Correia Branco
A primeira visita de Dolores Aveiro a Turim, para ver o filho e os netos, não correu da melhor maneira. O mal-estar entre a mãe de Cristiano Ronaldo e Georgina Rodríguez continua a dar que falar e as duas nem sequer se falaram no estádio da Juventus, onde estiveram a assistir ao jogo do clube contra o Bolonha.

As imagens das duas na bancada mostram bem o ambiente tenso que existe no seio da família, que já dura há vários meses.

Desde que CR7 se mudou para Itália, Dolores - que sempre foi uma presença constante na vida do filho - regressou à Madeira, onde tem estado com o companheiro, José Andrade. E mesmo a relação que tinha com o neto mais velho, Cristianinho, mudou drasticamente com a chegada de Georgina à vida do menino. É que, se antes, Júnior chamava mãe a Dolores, agora este ‘título’ pertence à namorada do pai.

Esta ida de Dolores a Itália mostra que Ronaldo não conseguiu ainda apaziguar a relação entre a mãe e a namorada e nenhuma das duas parece dar o braço a torcer nesta guerra.

Escola de júnior custa 15 mil euros 
A chegada de Dolores a Turim trouxe novas revelações sobre a vida de CR7 em Itália. A mãe do craque foi buscar o neto mais velho à escola e publicou uma fotografia do momento, revelando sem querer o nome da instituição que Cristianinho frequenta: a World International School.

Este colégio é um dos mais caros de Turim e custa qualquer coisa como 15 mil euros por ano. Os alunos dispõe de várias comodidades, como piscina, aulas de música e artes, um laboratório de ciências e várias atividades desportivas. Além disso, tem um sistema educativo individualizado, tendo em conta a personalidade de cada criança, promovendo sempre uma filosofia virada para a motivação e bem-estar do grupo. As atividades ao ar livre também são frequentes na instituição.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo