"É impossível expressar o choque e angústia": Mulher de Baldwin fala sobre morte acidental

Hilaria Baldwin deixa palavras de apoio à família da diretora de fotografia vítima de um disparo acidental do seu marido.
Hilaria e Alec Baldwin estão consternados com morte acidental
Hilaria e Alec Baldwin estão consternados com morte acidental
Foto: Reuters
27 out 2021 • 01:30
Vânia Nunes
A mulher de Alec Baldwin, Hilaria, quebrou o silêncio sobre a tragédia que decorreu nas gravações do filme ‘Rust’, nas quais o companheiro disparou acidentalmente uma arma, matando a diretora de fotografia Halyna Hutchins e ferindo o realizador Joel Souza. "O meu coração está com a Halyna, o seu marido, filho, família e todos os que a amam. E com o meu Alec", começou por escrever. "Diz-se ‘não há palavras’ porque é impossível expressar o choque e a angústia por um acidente tão trágico. Desgosto. Perda. Apoio", concluiu Hilaria.

Entretanto, Anatoly Androsovych, pai de Halyna, revelou que o neto de nove anos ficou em estado de choque quando soube da morte da mãe, na passada quinta-feira, e ficou dois dias sem falar. "O pai conseguiu arrancar-lhe algumas palavras agora, mas o efeito foi devastador", disse ao jornal ‘The Sun’.

O caso está a ser investigado e têm surgido novos dados a cada dia. Agora, de acordo com o site TMZ, sabe-se que a arma usada para o disparo fatal tinha sido manuseada momentos antes para uma brincadeira de tiro ao alvo, que envolveu vários elementos da produção. Se este dado for confirmado poderá estar aqui a justificação para a pistola estar indevidamente carregada no momento das gravações no Novo México, EUA.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo