"Ele deu-me a oportunidade de viver"

Atriz recorda como Domingos Montagner morreu.
Camila Pitanga e Domingos Montagner
Camila Pitanga, Domingos Montagner, morte
Foto: D.R.
19 set 2016 • 17:00
Ainda abatida com a morte de Domingos Montagner, Camila Pitanga recordou o dia em que viu o amigo desaparecer nas águas do Rio São Francisco.
"Chamei-o e ele não vinha. Estava assustado. Disse-lhe que estava tudo bem, para ele nadar ou boiar. Mas ele parecia paralisado e respondeu-me 'não estou a conseguir", afirmou a atriz brasileira, durante uma entrevista ao programa 'Fantástico'.

Quando percebeu que Domingos Montagner estava em dificuldades, Camila Pitanga começou a gritar por socorro, até que o viu submergir. "Acho que alguma coisa devia estar a prender a perna dele".

A atriz garante que nunca mais se vai esquecer do último olhar de Domingos. "Ele não estava desesperado, mas não queria morrer, tinha muita tristeza", adiantou, emocionada, acrescentando: "Ele não quis que eu entrasse em desespero. Ele nunca me agarrou. Sabia o que estava a acontecer e deu-me a oportunidade de viver. Ele salvou-me. É uma coisa muito generosa", afirmou.
Mais sobre
Newsletter
topo