Entrevista da princesa Diana à BBC investigada 25 anos depois

Há suspeitas de que o jornalista que a conduziu, Martin Bashir, tenha usado documentos falsos para convencer lady Di a falar.
Carlos e Diana separaram-se em 1992 mas só se divorciaram em 1996
Carlos e Diana separaram-se em 1992 mas só se divorciaram em 1996
Foto: Getty Images
21 nov 2020 • 01:30
Vânia Nunes
A BBC decidiu abrir uma investigação independente à histórica e polémica entrevista dada pela princesa Diana à estação, em 1995. Tudo porque há suspeitas de que o jornalista que a conduziu, Martin Bashir, tenha usado documentos falsos para convencer lady Di a falar.

Na ocasião, Diana fez referência à infidelidade do príncipe Carlos com Camilla Parker Bowles através da famosa frase: "Bem, éramos três no casamento, era uma multidão". A oficialização do divórcio foi feita no ano seguinte.

A BBC anunciou que nomeou um juiz aposentado do Tribunal Superior, John Dyson, para liderar o caso, que foi reaberto na sequência das acusações feitas recentemente pelo irmão de Diana, Charles Spencer, de que o jornalista usou táticas desonestas para conseguir o exclusivo, visto por 23 milhões de espectadores. A investigação irá apurar se a BBC sabia dos alegados "extratos bancários falsificados" que Charles Spencer afirmou que Bashir apresentou, pretendendo mostrar pagamentos feitos a funcionários que trabalhavam para Spencer e para a família Real para manterem Diana sob vigilância. O filho mais velho da princesa, William, já reagiu e é a favor da investigação: "É um passo na direção certa".

No meio desta polémica, Isabel II celebrou esta sexta-feira o 73º aniversário de casamento com Filipe de Edimburgo.
Mais sobre
Newsletter
topo