Estrelas da bola já mostram rugas e cabelos brancos

Conheça os ícones do futebol nacional que revelam, sem pudores, as consequências do avançar da idade... “É sinal de experiência”
Nuno Gomes
Jorge Jesus
Vítor Baía
José Calado
Bruno Alves
Nuno Gomes
Jorge Jesus
Vítor Baía
José Calado
Bruno Alves
29 ago 2020 • 17:57
Considerados verdadeiros ícones do futebol português, muitos são os atletas dos diversos clubes nacionais que não têm pudores em mostrar as marcas do avançar da idade. Afinal, o tempo passa por todos...

Nuno Gomes, de 44 anos, provocou um verdadeiro alvoroço, na última semana, ao aproveitar um dos dias de férias para mostrar os "cabelos brancos". A antiga imagem do menino bonito do Sport Lisboa Benfica já lá vai, mas o antigo jogador não se importa.

Pelo menos é o que tenta mostrar. "É sinal de experiência e sabedoria, dizem. Eu acho que é stress ", diz. A verdade é que Nuno não é caso único. Vítor Baía, de 50 anos, que no passado conquistou milhares de adeptas graças ao cabelo comprido, de há uns para cá optou por um corte radical e assumiu os brancos. "Plantei uma árvore, escrevi um livro e fui pai. Ainda tenho uma fundação. Sou uma pessoa realizada", completou.

Jorge Calado, de 46 anos, Bruno Alves, de 38, e o técnico Jorge Jesus, de 66, também configuram na lista dos mais despreocupados com as notórias marcas do tempo. Um exemplo.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo