Ex-amante de Donald Trump arrasa primeira-dama

Stormy Daniels não gostou que Melania lhe chamasse “prostituta porno”.
Donald Trump e Melania
Stormy Daniels e Trump
Melânia Trump
Donald Trump e Melania
Stormy Daniels e Trump
Melânia Trump
08 out 2020 • 01:30
Sónia Dias
A primeira-dama dos Estados Unidos chamou “prostituta porno” a Stormy Daniels e esta decidiu responder-lhe à letra. No Twitter, a estrela de filmes para adultos, que afirma ter vivido um affair com Donald Trump em 2006, não poupou nos insultos a Melania, de 50 anos.

“Prefiro ser uma prostituta a ser aquilo que tu és todos os dias”, começou por dizer Daniels. “Vendeste a tua vagina e a tua alma... e eu sou legal”, acrescentou, referindo-se ao facto da primeira-dama ser imigrante (nasceu na Eslovénia). “Continua a falar sobre mim. A propósito, gosto das tuas novas mamas. Vais partilhar (mais) nudes?”, concluiu em jeito de provocação.

As declarações de Melania Trump foram gravadas por Stephanie Winston Wolkoff, ex-funcionária da ‘Vogue’ e uma das melhores amigas da primeira-dama durante 15 anos, e divulgadas no podcast ‘Mea Culpa’, apresentado pelo ex-advogado de Trump, Michael Cohen. O áudio inédito foi registado quando Melania soube da sessão fotográfica de Daniels, de 41, para a revista de moda, em 2018. “Annie Leibovitz fotografou a prostituta pornográfica e ela estará numa das edições, setembro ou outubro”, disse a mulher de Trump.

Daniels, que é atriz porno, ganhou fama em 2018 quando afirmou ter recebido cerca de 85 mil euros para permanecer calada a respeito de um caso que teve com Trump em 2006, antes de ser eleito presidente. O chefe de Estado norte-americano, de 74, confirma o pagamento, mas nega o encontro sexual. 

Melania Trump é a mulher de Donald Trump
Amy Dorris, 48 anos, acusa Donald Trump de abuso sexual. O caso ocorreu em setembro de 1997, durante o US Open. A ex-modelo alega que ele a atacou à porta da casa de banho. “Ele enfiou a língua pela minha garganta abaixo e eu estava a empurrá-lo. Foi aí que ele me apertou mais e as suas mãos estavam no meu rabo, no meu peito, nas minhas costas, em todo o lado”, conta Dorris, que tinha 24 anos na altura.



Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo