Antiga baterista acusa Beyoncé de magia negra e de matar o seu gato

Kimberly Thompson pediu uma ordem de restrição contra a cantora.
Beyoncé
Beyoncé
Foto: Instagram
21 set 2018 • 09:26
Catarina Figueiredo
A cantora Beyoncé está a ser acusada por uma baterista que integrou a sua banda de praticar "bruxaria extrema" e magia negra. Kimberly Thompson, que trabalhou com a mulher de Jay-Z durante sete anos, exigiu inclusivé uma ordem de restrição judicial contra a cantora, alegando que esta tentava controlar o seu telemóvel pessoal à distância e acusando-a até de ter assassinado o seu gato.

Este pedido foi negado por um juiz, de acordo com documentos judiciais que o site The Blast teve acesso.

De acordo com o processo em tribunal, Kimberly afirma que Beyoncé iniciou contra si uma campanha de assédio, usando magia negra e, bem como um controlo apertado dos movimentos do seu telemóvel e das suas finanças.

Até ao momento, nem Beyoncé nem os seus representantes se manifestaram em relação ao assunto. Enquanto isso, a cantora continua a sua digressão mundial On the Run II, em parceria com o marido, o rapper Jay-Z.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo