'Ex' de Fanny descreve luta contra o cancro: "O cabelo voltava a cair. E eu caía com ele"

Sandro Lima submeteu-se a tratamento inovador para a batalha contra a leucemia.
Sandro Lima
Sandro Lima
Sandro Lima
Sandro Lima
02 jan 2020 • 15:27
O ex-namorado de Fanny Rodrigues viveu o último ano em sobressalto, devido à luta contra uma leucemia, diagonisticada em 2017. Sandro Lima utilizou as redes sociais para fazer um desabafo emotivo sobre a sua condição de saúde.

"Mais um ano. Um ano de luta. Desde 2017. E este foi o momento de 2019. Dia 17 de agosto. Há 4 meses atrás. Nada partilhei. Estava num momento meu. Não estava preparado e hoje estou. Quero acreditar que 2020 é o meu ano. Quero acreditar que a viragem do século é também a viragem da minha vida. E acredito! Barcelona, lembram-se? Não foram umas férias. Foi sim a minha salvação!"

Os últimos doze meses foram de muito sofrimento. "Comecei 2019 na esperança de que o transplante de medula óssea fosse a minha cura. Mas não foi. Voltei a cair. Caí como nunca. E tão duro que foi."

"Dias depois, voltava a estar à porta do IPO. Eu não queria. Nada previa. E eu não merecia. Não merecia cair daquela maneira. Ninguém merece. Mas porra, outra vez? Numa semana inspirava, na outra voltavam-me a dizer que tinha de continuar a lutar e a sofrer. Se quisesse continuar a viver. Semanas depois, o cabelo voltava a cair. E eu caía com ele. Pela quarta vez. Mais quimioterapia, mais internamentos... Mais tudo. Outra vez", continou.

O antigo jogador de futebol submetu-se a um transplante inovador no Hospital German Trias y Pujol, em Barcelona, Espanha.

"Em junho, fui proposto a um tratamento e eu levantava as mãos ao céu e agradecia. Por tudo. E volto a agradecer com todo o meu coração, ao Hospital Universitário de Coimbra, ao IPO do Porto e ao Hospital German Trias y Pujol, em Barcelona, por me deixarem continuar a viver. E tão bom que é."

Sandro só pede: "Que 2020 seja o ano do meu Renascimento."

Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo