Ex de Mick Jagger afirma que o livrou das drogas

"Consegui que ele largasse as drogas, mas falhei quanto às mulheres”, escreve Jerry Hall na sua autobiografia
"Consegui que ele (Mick Jagger) largasse as drogas, mas falhei quanto às mulheres”, escreve Jerry Hall na sua autobiografia
importa
Foto: Brainpix
26 set 2010 • 12:20

A actriz e ex-modelo americana Jerry Hall, de 54 anos, afirma que conseguiu livrar Mick Jagger das drogas, mas não das mulheres. É mais uma das revelações feitas na sua autobiografia, em grande parte dedicada ao período em que viveu com o líder dos Rolling Stones, com o qual esteve casada entre 1990 e 1999 e teve quatro filhos. A separação surgiu, como se sabe, em consequência da gravidez da brasileira Luciana Gimenez, que se tornou mãe de outro filho do músico inglês.

De acordo com a obra de Jerry Hall, da qual um jornal britânico publicou um grande trecho, a ex-mulher do cantor conta que Mick Jagger chegou a passar por um período, na década de 60, em que consumia LSD todos os dias. "Avisei-o de que não o queria ver se ele estivesse drogado e disse-lhe: 'Desaparece da minha vista e volta só quando estiveres limpo!. E ele conseguiu", escreve a loira texana.

Mas se Jerry teve sucesso quando à dependência de heróina, já quanto aos vícios sexuais de Jagger foi um fracasso, não tendo conseguido pôr cobro às constantes infidelidades conjugais. "Consegui que ele largasse as drogas, mas falhei quanto às mulheres", acrescenta Jerry Hall, sublinhando que não tem dúvidas de que o ex-marido é um viciado em sexo.

Fotogaleria de Jerry Hall

artigos relacionados
Newsletter
topo