Ex-mulher do príncipe André quebra o silêncio: "Tem sido difícil para as minhas filhas"

Sarah Ferguson acredita na inocência do ex-companheiro e mostra-se revoltada.
A duquesa de York e o príncipe Andrew de Inglaterra estiveram juntos numa rara ocasião após o divórcio para ver a filha mais velha a correr
Príncipe André e Sarah Ferguson
Foto: Brainpix
16 dez 2019 • 19:06
Sarah Ferguson decidiu quebrar o silêncio e falar sobre o escândalo em que está envolvido o ex-marido, o príncipe André, de quem se separou em 1996, e que tem estado afastado da vida pública após a polémica. 

A ex-mulher do filho da rainha Isabel II garantiu, em entrevista à 'Vogue Arabia', que tem sido "incrivelmente difícil" atravessar este período delicado e lidar com a situação.

"Quando falo sobre o príncipe André, falo de família, porque os últimos seis meses têm sido difíceis para as minhas filhas e para mim", referiu a duquesa de Iorque, de 60 anos.

"Ver um homem maravilhoso a passar por uma dor tão grande", lamentou.

"Ele é o melhor homem que conheço. É incrível o que fez pelo Reino Unido e nada disto faz sentido. A saúde mental de alguém é importante e acho que é vital abordar-se isso", acrescentou ainda Sarah, que garante que tudo o que se está a passar é um "disparate"

Recorde-se que o filho de Isabel II está a ser acusado de estar relacionado com os casos de tráfico sexual de menores do multimilionário norte-americano Jeffrey Epstein, de quem era próximo, e que se suicidou na prisão.

Além disso, Virginia Roberts acusou o príncipe de ter abusado sexualmente dela quando ainda era menor, aos 17 anos. A jovem, que diz ter sido contratada por Jeffrey Epstein, chegou mesmo a dar uma entrevista em que decidiu falar abertamente sobre o episódio: "Foi nojento".




Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo