Família Real sueca retira títulos aos netos

Filhos de Madalena e Carlos Filipe não vão receber dinheiro do Estado ou participar em atos oficiais.
Princesa Madalena com o marido, Christopher O’Neill, e os filhos, Leonor, Nicolas e Adrienne
Príncipe Carlos Filipe com a princesa Sofia e os filhos, Alexandre e Gabriel
Princesa Madalena com o marido, Christopher O’Neill, e os filhos, Leonor, Nicolas e Adrienne
Príncipe Carlos Filipe com a princesa Sofia e os filhos, Alexandre e Gabriel
08 out 2019 • 01:30
Sónia Dias

O Rei Carlos Gustavo da Suécia anunciou, ontem, que cinco dos seus sete netos vão deixar de ter o título de Sua Alteza Real."A sua majestade, o rei, decidiu que os filhos do príncipe Carlos Filipe e da princesa Sofia e os filhos da princesa Madalena e de Christopher O’Neill não serão mais membros da Casa Real", diz o comunicado que surpreendeu os suecos.

Apesar de continuarem a pertencer à família real, os filhos da princesa Madalena - Leonor, de cinco anos, Nicolas, de quatro, e Adrienne, de um – e os do príncipe Carlos Filipe - Alexandre, de três, e Gabriel, de dois - mantêm os títulos de duques e duquesas mas não os poderão passar aos futuros cônjuges.

Esta medida - que não afeta Estela e Oscar, filhos de Victoria, a princesa herdeira, e Daniel Westling , que estão na linha direta de sucessão ao trono - tem como objetivo reduzir o número de elementos da família real que recebe o chamado ‘appanage’, um subsídio anual pago pelo Estado, e que é obrigado a participar em atos oficiais da Casa Real. Por este motivo, a princesa Madalena e o príncipe Carlos Filipe olham para a decisão com muito otimismo, uma vez que torna os seus filhos "livres" de decidir o seu futuro. 

Mais sobre
Newsletter
topo