Famosos apoiam Marega após ser alvo de comentários racistas

O jogador do FC Porto abandonou o relvado do estádio D. Afonso Henriques, depois de ter sido alvo de insultos. Várias figuras públicas mostram o apoio.
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
Marega durante o jogo onde foi alvo de insultos racistas
18 fev 2020 • 11:37
A polémica está instalada. Depois de ter sido alvo de insultos racistas em campo, o avançado do Futebol Clube do Porto, Marega, recorreu às redes sociais para partilhar um desabafo emotivo e bastante revoltado com a situação que viveu, durante o jogo que decorreu no passado domingo, dia 16 de fevereiro, contra o Vitória SC.

O jogador acabou por abandonar o campo pelos ataques que estava a sentir.

"Gostaria apenas de dizer a esses idiotas que vêm ao estádio gritar [insultos] racistas... vão se f*****. E, também, agradeço aos árbitros, por não me defenderem e por me terem dado um cartão amarelo, porque defendo a minha cor da pele. Espero nunca mais encontrá-lo num campo de futebol! VOCÊ É UMA VERGONHA", escreveu na legenda de uma imagem, que mostra o momento em que o craque, ainda em campo, fez um gesto obsceno, dirigido aos adeptos que o ofenderam.

São várias as figuras públicas que estão a mostrar-se afetadas com o caso e a prestar apoio ao futebolista.

Carolina Deslandes não hesitou em reagir nas redes sociais. "Vão-se f*der! Quando dizem que o racismo não existe, quando dizem que em Portugal e no Mundo não é GRITANTE a desigualdade e a humilhação! Vão-se f*der quando em vez de punirem uma claque e um clube penalizam um jogador que se está a revoltar e a NÃO aceitar um comportamento INACEITÁVEL. Tenho VERGONHA destas pessoas e desta arbitragem", escreveu a cantora, que garante ainda que "não é só o ódio de quem grita que é o problema, é o silêncio de quem assiste", e ainda elogia o jogador por não ter deixado sobrepor a profissão à sua dignidade.

Maria Rueff também não ficou indiferente. "Nunca é demais lembrar que o único atleta/jogador de futebol que teve honras de Panteão em Portugal, era africano. Não pode NUNCA haver racismo nem no futebol, nem em quadrante nenhum da sociedade portuguesa. É crime!", realçou a atriz publicamente.

"Acredito que muita gente, por essas casas fora, abandonou aquele campo de mão dada com Marega em total indignação e solidariedade com o ataque de que foi alvo", escreveu a apresentadora Rita Ferro Rodrigues, que garantiu ainda: "Tudo farei para dar visibilidade à luta contra o racismo, venha ele de onde vier. Todos juntos faremos a diferença".

O artista Carlão, que integrou a banda 'Da Weasel', também já manifestou o seu apoio ao futebolista nas redes sociais. "Se fazes parte de uma claque que entoa cânticos racistas e estás ok com isso, és racista. Simples", afirmou o cantor.

"O que aconteceu hoje em Guimarães é abjecto, e deve ser condenado por adeptos e dirigentes de todos os clubes. Um abraço ao Marega", escreveu o locutor Pedro Ribeiro.

Além destas celebridades portuguesas, muitos adeptos e jogadores de futebol estão a prestar todo o apoio a Marega após o conflito que está a dar que falar.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo