Fátima Lopes: “Aprendi a não gostar do que me faz mal”

Estilista está em êxtase com conquista do primeiro lugar no Sexy Vidas.
Fátima Lopes com os apresentadores Nuno Eiró e Maya.
Fátima Lopes com os apresentadores Nuno Eiró e Maya.
Foto: Pedro Simões
10 set 2020 • 01:30
Aos 55 anos, Fátima Lopes mantém-se confiante e muito feliz por conquistar o primeiro lugar na categoria Sexy Artes, do passatempo Sexy Vidas do CM.

“Não me lembro de quantos troféus tenho ao certo, sei que tenho vários. Tenho alguns segundos lugares, mas tenho muitos primeiros. Este ano, tive um upgrade. Antes era a Sexy cota, porque era platina. Agora passou para artes, gostei mais”, revelou, durante a participação no ‘Manhã CM’, da CMTV. Os cuidados que a ajudam a manter a silhueta elegante garante não serem fruto de sacrifícios.

“Não faço dietas, mas não como doces, fritos e não bebo refrigerantes. Quando vou à Madeira não tenho restrições”, afirma a estilista, que tem tido pouco tempo para se dedicar ao exercício físico.

“Fiz ginástica a vida toda, mas de vez em quando não tenho tempo. Durante o confinamento, fazia 20 voltas por dia à casa. Achava graça percorrer as divisões, mas vou voltar a treinar”. Fátima Lopes deixou ainda uma das suas máximas de vida para se sentir sexy: “Aprendi a não gostar de quem não gosta de mim ou do que me faz mal.”

Com as apresentações das coleções de moda canceladas, a estilista prepara a abertura “de um showroom e loja online”.
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo