Fátima Lopes faz revelação após ser afastada das tardes: "Aquilo que não dos destrói torna-nos mais fortes"

Apresentadora vai ficar sem o seu programa na TVI.
Fátima Lopes
Fátima Lopes
19 nov 2020 • 14:48
Com a chegada de Cristina Ferreira à direção de Entretenimento e Ficção da TVI, foram implementadas novas medidas com vista a melhorar as audiências do canal. 2021 promete ser revolucionário e Fátima Lopes vai perder destaque. Cristina Ferreira quer colocar Manuel Luís Goucha nas tardes do canal e Fátima Lopes passa assim para os fins-de-semana. Uma mudança que implica também uma redução no ordenado da apresentadora, que deixará de ganhar 18 mil euros por mês para passar a receber 9 mil.

Perante este revés, no seu blogue, Fátima lopes dedicou um texto ao tema resiliência. 

"Ser resiliente é ter dentro de si as ferramentas para enfrentar uma situação. É ter a capacidade de se recuperar depois de um revés qualquer. É quando o mundo desaba ao nosso redor e mesmo assim nós conseguimos levantar-nos. Porque resiliência é uma competência que nos ajuda a lidar com pressões, stress, situações adversas. É uma competência que anda muito a par e passo com a gratidão porque a pessoa resiliente é a pessoa que não dá espaço a que a zanga e a raiva se instalem e ocupem o espaço todo. São pessoas que não vivem na vitimização. Pensam naturalmente que as situações acontecem por alguma razão, com algum propósito. E que o necessário é olhar em frente e ir em busca de soluções", escreveu a apresentadora.

Fátima Lopes tentou passar uma mensagem aos seguidores sobre a melhor forma de ultrapassar as adversidades.

"Veja quem são as pessoas que estão realmente dispostas a dar a mão. Oiça-as. E provavelmente juntando as mãos vai encontrar a esperança que precisa para continuar mais forte e mais capaz. Porque aquilo que não nos destrói torna-nos mais fortes. E as pancadas da vida podem ser apenas isso mesmo, pancadas da vida para que fiquemos mais robustos". 
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo