FBI diz que Alec Baldwin disparou arma que matou colega durante gravação de 'Rust'

Autoridades norte-americanas desmentem artista de 64 anos, que diz não ter premido o gatilho do revólver.
Alec Baldwin a ensaiar cena com a arma do crime
Alec Baldwin a ensaiar cena com a arma do crime
Foto: Direitos Reservados
15 ago 2022 • 01:30
Ana Maria Ribeiro
Alec Baldwin disparou a arma que, em outubro de 2021, matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins durante a rodagem do filme ‘Rust’. A afirmação é do gabinete de comunicação do FBI e desmente o ator de 64 anos que, na altura do incidente, garantiu não ter premido o gatilho. As perícias, porém, dizem o contrário.

Segundo as autoridades norte-americanas, a arma usada no plateau não podia ter disparado sozinha, de forma acidental. O FBI pediu, entretanto, o registo das conversas telefónicas de Baldwin para tentar perceber em que estado emocional se encontrava na altura em que, num ensaio, disparou contra a colega numa igreja no rancho Bonanza Creek, no Novo México.

Atingida no abdómen, Halyna Hutchins, de 42 anos, ainda foi transportada de helicóptero para um hospital, mas não resistiu ao ferimento e acabou por morrer. A família da diretora de fotografia está a processar Baldwin e outros produtores do filme por “danos substanciais”, mas não foi revelada a quantia que exigiram no processo.
Mais sobre
Newsletter
topo