Feitio de Georgina Rodríguez provoca divisões

A namorada de Cristiano Ronaldo tem uma personalidade forte e é acusada de afastar o namorado da família e dos amigos. As birras e zangas geram mau-estar.
Georgina Rodríguez
Ronaldo e Georgina
Georgina Rodríguez
Ronaldo e Georgina
10 nov 2019 • 10:00
Rute Lourenço
Há mais de três anos ao lado de Cristiano Ronaldo, Georgina Rodríguez conquistou um lugar até então inédito na vida do jogador. Ela já é considerada a mulher do craque, a senhora Aveiro e, por detrás do sorriso com que aparece nos eventos sociais, é descrita como uma mulher de personalidade forte e com um feitio um tanto complicado.

"Nos primeiros meses de namoro, a Gio até era um pouco tímida, mas depois conquistou o seu lugar. Ela tem uma personalidade forte e é daquelas pessoas que ou se ama ou se odeia", começa por contar uma fonte à ‘Vidas’, acrescentando que, ao contrário de Irina Shayk, que era adorada por praticamente todos os amigos do craque, a espanhola não é consensual.

Por exemplo, a relação entre Georgina e um dos melhores amigos do craque, Ricardo Regufe – e a respetiva companheira, Cláudia – não é a melhor. "A relação entre as duas [Georgina e Cláudia] nunca foi muito boa. Há uma grande cumplicidade, sim, entre a Georgina e a mulher do Miguel Paixão", diz uma fonte, acrescentando que esta preferência de Gio acabou por ditar uma maior proximidade com Miguel Paixão.

"O Cristiano e o Regufe continuam muito amigos, mas já não são tão próximos como nos tempos em que ele namorava com a Irina. A Georgina simpatiza muito mais com o Miguel e a Nana, pelo que acabou por ser um processo natural."

Certo é que os amigos não duvidam que Georgina tem uma "influência" como nunca visto em Cristiano Ronaldo e que muitas das decisões pessoais da vida do craque têm sido tomadas pela espanhola.

Uma das mais conhecidas é em relação à mãe do jogador. Quando morava no luxuoso bairro de La Finca, Madrid, o craque fez questão de instalar a mãe, Dolores, numa moradia próxima da sua. No entanto, tudo mudou a partir do momento em que se mudou para Itália e tudo porque a namorada "pediu mais privacidade".

"Claro que pelo Cristiano tinha sempre a mãe por perto, mas a Gio achava que estava na altura de se fazer um corte, o sair do ninho. E isso acabou por fazer com que a Dolores regressasse à Madeira", explica ainda a fonte.

Isso acabou por levar a um distanciamento cada vez maior da espanhola da família de Cristiano. "Em relação à família, a Gio tem as suas preferências e isso tem ficado claro nas férias. Quem normalmente viaja com eles é o irmão do Ronaldo, o Hugo, e por vezes a Katia. Com a Dolores e a Elma há algumas divergências. Não se pode dizer que tenham uma boa relação."

E a verdade é que se ao início Gio se esforçava por disfarçar as zangas com o clã Aveiro, assim que o caso foi tornado público a distância foi cada vez mais assumida. "Por exemplo, quando a Georgina e a Dolores assistem a jogos da Juventus, fica cada uma na sua ponta. Não se esforçam por passar a ideia de que são muito amigas. As coisas são o que são e o próprio Cristiano já se habituou a lidar com a situação."

Casamento para breve
Cada vez mais firme na vida de Cristiano Ronaldo, a modelo assume-se como mãe de todos os filhos do jogador e em breve será oficialmente a mulher do futebolista, uma vez que o casamento faz parte dos planos do casal. "Eles estão muito felizes e esse passo está pensado, mas não têm pressa. Estão felizes e querem tanto casar como ter mais filhos, mas tudo a seu tempo. O Cristiano está muito apaixonado e não tem dúvidas de que encontrou a mulher certa."
Mais sobre
artigos relacionados
Newsletter
topo