Festas loucas de sexo com craques da bola

Jogadores da Premier League, muitos deles casados, pagam fortunas para satisfazer fetiches com acompanhantes de luxo.
Acompanhantes de luxo
Acompanhantes de luxo
Park Castle, na Alemanha
Acompanhantes de luxo
Acompanhantes de luxo
Park Castle, na Alemanha
23 out 2019 • 01:30
Sónia Dias
Há vários jogadores da Premier League entre os clientes VIP de uma agência de acompanhantes de luxo que organiza festas em palácios e iates um pouco por todo o Mundo e que oferece os serviços mais exclusivos.

Para fazer parte deste clube de sexo privado é preciso possuir um património de, pelo menos, 11,5 milhões de euros e pagar uma quota anual no valor de 34 mil. Esta, porém, apenas garante um convite para as referidas farras, já que o valor das acompanhantes é pago à parte e pode custar entre 2 mil (hora) e os 30 mil euros (mês).

Segundo o ‘Daily Star’, que falou com algumas modelos que trabalham para a agência alemã Cinderella Escorts, muitos dos homens que recorrem a este serviço têm fetiches bizarros. "Uma vez, eu e outras duas colegas fomos contratadas para passar uma semana num iate em Miami com um jogador de futebol. Uma vez lá, ele pediu-nos para o utilizarmos alternadamente como sanita", conta Anna, uma lituana de 21 anos.

Ksenia, outra das acompanhantes da agência, diz que tem dois clientes futebolistas que lhe pagam 20 mil euros por mês. São os chamados sugar daddies. "Também me pagam as roupas e deslocações em jato privado", revela. Já Anastasia adianta que não são só os craques que participam nestas festas: "Também há estrelas de Hollywood e políticos".

Orgias e muito champanhe
As acompanhantes da Cinderella Escorts viajam por todo o Mundo em trabalho. As deslocações fazem-se quase sempre por helicóptero ou jato privado e são suportadas pelo cliente. Este pode optar por pagar à hora (a partir de 2000 euros) ou ser um sugar daddy e pagar uma mensalidade (20 mil a 30 mil euros) que dá direito a uma série de regalias, entre elas o acesso privilegiado aos leilões de virgens.

Park Castle, na Alemanha, é um dos locais onde são organizadas algumas das festas. Uma delas reuniu uma equipa da Premier League após a vitória de um grande jogo. "Às nove da manhã ainda estavam todos bêbados. Abriram 600 garrafas de champanhe e faziam sexo por todo o lado", conta Ksenia.

Homens de poder são submissos
Ksenia revela que tem muitos clientes poderosos que lhe pedem para ser a sua dominatrix. "Eles sentem necessidade de equilibrar a sua vida por estarem sempre no comando", diz.

Dinheiro também paga confidencialidade
O preço que os clientes da Cinderella Escorts pagam é, também, uma garantia de confidencialidade. "Eles têm medo de viver estas experiências com mulheres normais, que podem falar".
Mais sobre
Newsletter
topo